JUNDIAÍ TEM REPRESENTANTES NA ETAPA NACIONAL DO TORNEIO DE ROBÓTICA

Jundiaí estará bem representada na etapa nacional do Torneio Brasil de Robótica, que acontece em Uberlândia (MG) nos dias 02 e 03 de dezembro. Das cinco equipes da cidade, classificadas na fase regional disputada em Indaiatuba (SP), quatro são formadas por alunos do Colégio Divino Salvador, de Jundiaí (SP). Os projetos seguiram as especificações da competição, que tem como tema principal o Ecoturismo com Sustentabilidade.jundiai robotica 22050350_10214951145158018_2562756917130751112_n

Técnica das quatro equipes, a professora Luiza Baggio conta que são várias ações durante todo torneio que contam pontos para a classificação. “Eles precisam apresentar um bom projeto com uma pesquisa completa, realizar as atividades com o robô na mesa e ainda mostrar um lado empreendedor, arrecadando dinheiro para arcar com todos os gastos. Essa vitória mostra para eles que dedicação, companheirismo e estudos são pontos essenciais nas nossas vidas”.

A equipe Ecotech.com, que já participa de torneios desde 2015 e desta vez trouxe o troféu de campeão do regional para casa, levou um modelo de construção de um Hotel Ecológico em Jundiaí, no pé da Serra do Japi, incentivando o turismo na cidade que se tornou um município de interesse turístico em junho de 2017.

Segunda colocada no torneio, a X-Bots mostrou a importância da inclusão nos passeios pelo Jardim Botânico, com o projeto Turismo Sensorial com Inclusão. São placas em braile e libras para orientação de deficientes visuais e auditivos, colocação de pisos táteis e sugestão de ser criada uma lei que obrigue estabelecimentos públicos, como shoppings e aeroportos, terem pisos táteis e placas de libras.

Já a Wigiworks mostrou uma preocupação com os passeios e prática de esportes nos parques de Jundiaí e levou como proposta uma máquina que tritura as garrafas pets e, em troca, devolve às pessoas um sachê de filtro solar. Ainda dentro deste projeto, as pets trituradas podem usadas na argamassa e tijolos.

Os alunos da equipe Open Minds, que participaram da modalidade Kids com o foco em Afrodescendência, reforçaram a diversidade cultural com o tema África em Nós, chamando a atenção para preconceitos contra o racismo e para um mundo de igualdade entre os seres humanos.

A professora se orgulha de todas as conquistas, que tiveram apoio dos familiares, professores e de todos os colegas do Colégio Divino Salvador. “Temos um tempo longo de preparação, mas ao mesmo tempo são muitas ideias e muitas tarefas difíceis de realizar. Mas eles conseguiram e são merecedores de terem passado para a próxima fase do torneio”, diz.

O Torneio Brasil de Robótica é uma iniciativa da empresa R2E – Robótica Educação e Eventos, que, além de ofertar uma modalidade própria de evento de cunho educativo-científico-tecnológico, objetiva preparar crianças, jovens e adultos para atuarem de diferentes modos na pluralidade de torneios científicos e tecnológicos, bem como aqueles de robótica.

O torneio oferece sete modalidades, que atuam em diferentes faixas etárias a partir dos 3 anos, com as categoria Baby, Kids, Middle, High, Master Technis e Universitary.

Há mais de 60 anos o Colégio Divino Salvador ensina crianças e jovens da educação infantil ao ensino médio, sustentado pelos valores cristãos e pelo carisma salvatoriano.

Com uma proposta pedagógica que visa formar pessoas conscientes de seus direitos e deveres pessoais, políticos e culturais, compromissadas eticamente com o bem comum e com a sustentabilidade do meio ambiente, que saibam intervir na sociedade para torná-la melhor e que respeitem as diversidades humanas e culturais.

O ambiente escolar tem o objetivo de envolver pais e responsáveis nas ações e convivência dos alunos e, acima de tudo, incentivar o aprendizado e a produção do conhecimento.

 

Foto: Alunos do Colégio Divino Salvador que estão na etapa nacional do Torneio Brasil de Robótica.

Crédito: Divulgação.

Veja também

Julio Fujikawa - cnpem-447

PARCERIA BUSCA NOVOS FÁRMACOS NA BIODIVERSIDADE BRASILEIRA

Um programa inédito no Brasil para identificar substâncias bioativas em extratos vegetais da biodiversidade brasileira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *