STARTUP BRASILEIRA LANÇA COFRE INOVADOR EM EVENTO INTERNACIONAL

A Cata Company, PME que mais cresce no Brasil, foca na estratégia de internacionalização e lança, no dia 15, o primeiro cofre voltado para as necessidades específicas do mercado norte-americano. A startup catarinense expõe na conferência AFP 2017 Treasury & Finance Conference, em San Diego, o cofre inteligente Zehn. O CataCash Zehn é mais leve que os outros modelos da empresa e tem capacidade para armazenar cerca de 5 mil cédulas.  KennRobert_CataCompany

O produto será exportado com um recurso inovador de fechadura eletrônica, que foi desenvolvido pela empresa e patenteado para utilização em outros equipamentos. O Sistema Sesamus, que engloba a fechadura e outros serviços, permite a integração do cofre com vários dispositivos. Dessa forma, a abertura do cofre não é feita mais de forma manual, mas sim por meio de validação via token no próprio celular. “Com a presença no mercado dos Estados Unidos, pudemos perceber o quanto a abertura dos cofres continua sendo realizada de forma totalmente insegura e pouco tecnológica. Queremos colocar essa novidade nos outros cofres desenvolvidos pela Cata Company e beneficiar ainda mais o segmento financeiro e de transporte de valor”, comenta Victor Levy, CEO da empresa.

O cofre Zehn está sendo negociado com algumas empresas norte-americanas, entre elas a Sectran Security, de segurança e transporte de valor baseada na Califórnia. “Estamos muito bem posicionados no país em no momento certo, quando há procura e interesse crescente por cofres inteligentes. O potencial é muito maior do que o mercado brasileiro, por exemplo, e ainda contamos com um diferencial competitivo importante: a tecnologia aliada ao preço disruptivo”, complementa Levy.

A Cata Company desenvolve três linhas de produtos inovadores para o varejo e o mercado financeiro. O primeiro deles, criado em 2013, é o equipamento que troca moedas por benefícios, chamado de CataMoeda. As máquinas estão espalhadas em 22 estados brasileiros e o Distrito Federal, já retornou 180 milhões de moedas no país e é exportada com o nome de CataCoin para os Estados Unidos.

Outra linha desenvolvida pela empresa é a CataCash: cofres inteligentes que auxiliam na segurança e na gestão dos pequenos, médios e grandes varejistas e que conta com os modelos: One, Mille e, agora, o Zehn. Tanto esses cofres, quanto o CataCoin, também serão expostos na feira na segunda quinzena de outubro.

Já o último produto, lançado este ano, é o Super Armário e criado especificamente para o mercado de segurança brasileiro. A grande aposta da companhia para este final de ano foi idealizada para resolver o problema das invasões às empresas de transportes de valores e bancos. O equipamento possui mecanismos que destroem, em menos de quatro minutos, 40% da face do dinheiro armazenado no equipamento, oferecendo a opção da empresa retornar esse dinheiro junto ao Banco Central.

Foto: Cata Company.

Crédito: Kenn Robert

Veja também

Dane Aimage004

VEÍCULO AÉREO NÃO TRIPULADO: VOCÊ SABE QUEM REGULAMENTA ESSE ASSUNTO NO BRASIL?

ARTIGO DO DIRETOR SUPERINTENDENTE DO INSTITUTO AVANZI, DANE AVANZI Os VANTs, veículos aéreos não tripulados, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *