TERMOMECANICA ENCERRA 1º SEMESTRE DE 2017 COM CRESCIMENTO DE 18% NAS EXPORTAÇÕES

A Termomecanica, líder no setor de transformação de metais não ferrosos (cobre e suas ligas), encerrou o primeiro semestre de 2017 com um incremento de 18% em suas exportações, em comparação ao mesmo período de ano passado. O índice tem evoluído acima de dois dígitos anualmente: em 2016, o volume vendido para o mercado externo foi 13% superior ao de 2015.  A expectativa é de que a curva mantenha-se ascendente, alcançando um crescimento na ordem de 20%, até o final do ano. Fábrica III_AL_baixa

Atualmente o principal mercado consumidor da Termomecanica fora do Brasil são os Estados Unidos, responsáveis por 50% das exportações.  Este resultado pode ser atribuído à elevada capacidade técnica conquistada por meio dos investimentos que vem sendo realizados, nos últimos anos, principalmente na modernização dos processos de fabricação e em equipamentos, especialmente na linha de tubos e laminados. “A aquisição de alguns equipamentos que ainda restavam para concluir o plano de modernização da linha de laminados, por exemplo, nos dá condições de atender algumas características, aplicações e especificações extremamente exigentes, que antes não conseguíamos. Iniciamos esse trabalho de prospecção no final de 2015 e apesar dos resultados já expressivos, as perspectivas são ainda mais promissoras no que diz respeito ao desenvolvimento deste mercado no segundo semestre”, ressalta Marcelo Silva, gerente de exportações da Termomecanica.

As vendas para a América do Sul, em especial a Argentina, também continuam representando uma parcela importante nas exportações, especialmente por conta das operações entre as empresas coligadas. O Centro de Distribuição, localizado naquele País, tem sido crucial para o incremento das vendas, beneficiando tanto os distribuidores, como as vendas diretas. “O fato de estarmos mais próximos dos nossos clientes, nos permitiu aprimorar os serviços e a e agilizar as entregas, ajudando assim nossos clientes a reduzirem os seus estoques. Essa proximidade também nos permite ampliar a oferta de produtos e nos traz uma importante vantagem competitiva frente aos nossos concorrentes”, finaliza.

A Termomecanica, uma das maiores indústrias privadas brasileiras, é líder no setor de transformação de metais não ferrosos, cobre e suas ligas em produtos semielaborados e produtos acabados. Recentemente, passou a fabricar também produtos em Alumínio. Fundada em 1942, com um capital de 200 dólares, pelo engenheiro Salvador Arena, é altamente capitalizada, com um patrimônio líquido avaliado em mais de 800 milhões de dólares. A empresa mantém programas de constante modernização e expansão, que definem sua tradicional estratégia de reinvestimento de lucros. A Termomecanica e demais empresas que compõe a divisão de semielaborados do grupo contam com cerca de 1.700 empregados, três fábricas no Brasil (duas em São Bernardo do Campo – SP e uma em Manaus – AM), uma no Chile (Santiago) e uma na Argentina (Tortuguitas, na Grande Buenos Aires), além de dois Centros de Distribuição no Brasil, (São Bernardo do Campo – SP e Joinville – SC).

A Termomecanica, posicionada em 574ª posição na edição 2016 do ranking “Maiores e Melhores” da Revista Exame, faz parte do seleto grupo de empresas que integram a lista desde a sua primeira publicação, em 1974.

Foto: Vista aérea da Fábrica da Termomecanica.

Crédito: Divulgação

 

Veja também

Caixa Produtos + Diploma angulada okay

CERVEJA STELLA ARTOIS TRANSFORMA ESTRELAS DE VERDADE EM LEMBRANÇAS DE NATAL

O tempo é um bem precioso e escasso. A correria do dia a dia vem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *