VILAGE MARCAS PATENTES REÚNE MAIS DE 20 MIL CLIENTES

A Vilage Marcas e Patentes, especializada na área de Propriedade Intelectual possui mais de 20 mil clientes, entre empresas e pessoas físicas, brasileiras e estrangeiras, os quais somam mais de 70 mil processos requeridos junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Atualmente, a empresa, além de possuir 22 escritórios espalhados por todo o Brasil, atua com duas filiais no exterior, em Miami e Londres, o que contribui para o registro de marcas e patentes de seus clientes em todos os países do mundo. A Vilage é hoje a maior empresa brasileira depositante de marcas de empresas brasileiras no Brasil. Vilage1 (1)

Com uma equipe formada por biólogos, químicos, farmacêuticos, físicos, analistas de sistemas, programadores, matemáticos, engenheiros mecânicos, elétricos e hidráulicos, desenhistas, publicitários, todos especializados em propriedade intelectual, a Vilage oferece todo o suporte aos seus clientes, nos mais variados ramos, de maneira personalizada.

Dentre os serviços prestados, estão pesquisa e registro de marcas; pesquisa e requerimento de patentes e desenhos industriais; levantamento de produtos e marcas das empresas que possam ser patenteáveis e registráveis; avaliação financeira de marcas e patentes; registro de direito autoral, software, domínio de internet, correlatos, cosméticos, saneantes e alimentos; tudo em âmbito nacional e internacional.

O diretor da Vilage Marcas e patentes, Marcelo Brandão, disse que atualmente existe uma mudança de conceito muito grande no que tange à marca. “Quando a gente fala de ativos móveis e equipamentos consegue mensurar valores. Quando a gente fala de intangível tanto pode ser uma marca, quanto uma patente. Para registrar marca no Brasil hoje são duas questões distintas. Uma é a questão marcaria, ou seja, marcas e a outra é a questão patente”, diz.

Marcelo Brandão esclarece que marca é aquilo que a gente identifica o produto, o serviço e o comércio. O uso indevido de marca é crime com detenção de até 3 meses, normalmente convertido em trabalhos comunitários ou doações de cestas básicas. “A indenização é muito grande porque se você copiou a marca de alguém você pode induzir o consumidor ao erro porque ele comprou o seu produto pensando que estava comprando outro e cada produto que o outro vende você deixa de vender, então a indenização é com base nisso”, explica.Foto Marcelo1 (1)

O trabalho da Vilage é muito forte em acompanhar, principalmente, quem está usando a marca de seus clientes. “Qualquer marca igual ou parecida, o nosso cliente é informado sobre isso e a gente orienta sobre as medidas a serem adotadas em defesa de seu interesse. Marcas e patentes são os principais patrimônios de uma empresa. Essas grandes fusões e aquisições, que levam à compra de uma empresa pela outra, não é pelo maquinário ou pela tecnologia, mas sim pela marca ou por uma determinada patente”, detalha.

Segundo Brandão, uma vez solicitada e registrada a marca tem validade por 10 anos, podendo ser prorrogada por mais 10 anos de forma indeterminada de acordo com a necessidade do cliente. Já a patente de invenção, ou seja, algo totalmente novo que não existia ou novo conceito para algo que existe vale por 20 anos e não pode ser renovada, pois é um processo de concessão temporária de exclusividade. Quando a patente é de modelo de utilidade, quando ocorre um aperfeiçoamento técnico do que já existe vale por 15 anos.

Marcelo Brandão lembra que o procedimento mais simples e principal no processo marcário é a pesquisa no INPI para verificar se essa marca que a pessoa quer utilizar já está sendo utilizada no mercado. Essa pesquisa é gratuita e pode custar a vida de uma empresa. A marca tem abrangência nacional. Em seus 31 anos de atuação, a Vilage tem promovido e disseminado a cultura da propriedade industrial. “A gente não leva o conceito do que é a Vilage, mas o que é propriedade industrial, o que é uma marca, o que é uma patente, como se protege e nós fazemos isso em universidades, associações comerciais, sindicatos, entidades. Nós levamos uma palestra gratuita para falar sobre esses temas”, conclui.

Para assegurar a qualidade e segurança na execução de todos os serviços oferecidos, a Vilage Marcas e Patentes é certificada pela British Standarts Institution Brasil (BSI Brasil), por operar um sistema de gestão de qualidade conforme os requisitos da ISO 9001, além de ser reconhecida com as certificações internacionais UKAS (Europa) e ANAB (Estados Unidos). As certificações englobam os serviços relacionados ao registro de marca, patente, direito autoral, software, domínio de internet, além de consultoria técnica e assuntos regulatórios.

O sistema exclusivo  utilizado pela Vilage, o Vilagenet, sistema de Gestão de Propriedade Intelectual, que  realiza o controle e acompanhamento de todos os processos dos clientes, é desenvolvido e aperfeiçoado permanentemente pelo departamento de tecnologia, composto por uma equipe de desenvolvimento própria, garantindo o sigilo, especificação e customização para todas as necessidades da empresa e de seus clientes. O departamento também é responsável pela elaboração de sistemas e softwares de uso exclusivo dos clientes.

Foto 1 – Unidade da Vilage Marcas e Patentes em Campinas.

Foto 2 – Marcelo Brandão diretor da Vilage Marcas e Patentes.

 

Veja também

Dane Aimage004

VEÍCULO AÉREO NÃO TRIPULADO: VOCÊ SABE QUEM REGULAMENTA ESSE ASSUNTO NO BRASIL?

ARTIGO DO DIRETOR SUPERINTENDENTE DO INSTITUTO AVANZI, DANE AVANZI Os VANTs, veículos aéreos não tripulados, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *