CURITIBA ACUMULA ALTA DE 12,6% NO VALOR DO ALUGUEL E 3,3% DE AUMENTO NO M² NOS ÚLTIMOS 12 MESES

O Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, acaba de divulgar seu estudo, que analisa as variações dos valores dos imóveis da região. No mês de dezembro de 2019, o preço médio de locação acumulou alta anual de 12,6%, além de 3,3% de aumento do preço do metro quadrado, no mesmo período.

Com a valorização de 0,7% no preço médio de locação, um imóvel padrão de 65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem na cidade de Curitiba, chegou a custar R$1.189,00/mês, em dezembro. Enquanto, nos últimos 12 meses, os bairros que sofreram as maiores variações positivas no valor do aluguel foram: Campina do Siqueira (19%), Barreirinha (18%), Tarumã (18%). E, Guara (-4%), Uberaba (-6%) e Prado Velho (-11%), tiveram as maiores desvalorizações.

Analisando as regiões da cidade, o estudo separou onde se encontram os valores mais altos para locar, são elas: Matriz, Santa Felicidade e Cidade Industrial de Curitiba, com médias mensais de R$ 1.494,00, R$ 1.424,00 e R$ 1.310,00, respectivamente. Já as mensalidades mais acessíveis se encontram em Pinheirinho (R$ 1.049,00), Boqueirão (R$ 1.004,00) e Bairro Novo (R$ 976,00).

Em dezembro, o preço do metro quadrado na capital paranaense teve leve alta de 0,2%, enquanto acumulou aumento de 3,3% durante todo o ano, registrando, no período, uma média de R$ 4.763,00.

Durante 2019, as valorizações mais elevadas na região, foram por conta dos bairros de Santa Cândida (16%), CIC (15%) e Campina do Siqueira (14%), onde os preços do metro quadrado atingiram o patamar de R$ 3.695,00, R$ 5.124,00 e R$ 7.850,00, respectivamente. Do outro lado, os bairros que registraram as maiores baixas no preço de compra são: Centro Cívico (R$ 6.413,00/m²) com queda de 8%, Vista Alegre (R$ 5.095,00/m²) sofrendo diminuição de 11% e Alto da Rua XV (R$ 6.254,00/m²), com a maior desvalorização dos últimos 12 meses de 13%.

As regiões de Curitiba tiveram ótimas evoluções no valor do m². As mais caras para comprar são: Matriz (R$ 7.002/m²), Santa Felicidade (R$ 5.946,00/m²) e Fazendinha-portão (R$ 5.480,00/m²). Agora, quem planeja um local mais acessível pode optar pelas áreas de Boqueirão (R$ 3.926,00/m²), Pinheirinho (R$ 3.637,00/m²) e Bairro Novo (R$ 3.089,00/m²).

No mês de dezembro de 2019, a relação preço de venda X aluguel registrou média anual de 4,6%. Ou seja, para reconquistar o valor pago no empreendimento, são necessários em torno de 21,6 anos de aluguel. A estimativa é 5,6% menor que no último ano.

Outra maneira de encontrar imóveis rentáveis em Curitiba é analisando a evolução dos aumentos por regiões. Em dezembro, os maiores picos de rentabilidade foram nas zonas: Bairro Novo (5,6%), Cajuru (5,1%), e Cidade Industrial de Curitiba (5%). Enquanto Santa Felicidade (4,3%), Matriz (4%) e Fazendinha-Portão (3,8%) são as áreas menos atrativas.

Com 20 anos de existência, o Imovelweb é um dos maiores portais do mercado imobiliário do Brasil. Referência em Real Estate, faz parte do grupo argentino Navent, uma das dez maiores empresas de internet da América Latina. Com cerca de 200 colaboradores no Brasil, é uma multinacional sólida, de capilaridade nacional e com a maior capacidade de investimento do mercado em plataforma digital. O Imovelweb se destaca em seu mercado por representar o consumidor em todas as suas necessidades e momentos de vida, oferecendo as melhores oportunidades de negócios do setor imobiliário no Brasil.

 

Foto: Vista aérea de Curitiba.

Crédito: Divulgação.

 

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

TI TERÁ PAPEL FUNDAMENTAL NA RETOMADA PÓS-PANDEMIA

A pandemia do novo coronavírus provocou mudanças profundas na economia e o setor de tecnologia …

Facebook
Twitter
LinkedIn