ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE CAMPINAS DIVULGA NÚMEROS

Os dados do Serviço Central de Proteção ao
Crédito (SCPC) de novembro de 2013 indicam que as vendas em Campinas (SP) e Região
ficaram praticamente estáveis em relação aos períodos anteriores, evoluindo 0,54%
em avaliação com outubro passado, e 0,95% sobre novembro de 2012.

O Economista da Associação Comercial de
Campinas (ACIC), Laerte Martins, disse que o comércio projetava um novembro bem
aquecido, principalmente com a entrada do 13º salário e o “Black Friday”, mas
na prática, o que se observou foi um mês com menos dias úteis, em função do dia
02 (Finados), 15 (Proclamação da República) e 20 (Consciência Negra), que
influenciaram vendas bem abaixo do esperado. O que fez com que as vendas não
ficassem totalmente negativas foram as vendas a prazo, que cresceram 1,85%
sobre as vendas de outubro de 2013 e 5,61% sobre as vendas de outubro de 2012.
“No acumulado do ano (janeiro a novembro) de 2013, o faturamento ficou em 3%
acima do faturamento do período de 2012, taxa essa que ficou em 1,44% abaixo da
inflação do período. Na RMC, o quadro é semelhante ao de Campinas, com as
vendas crescendo apenas 0,87% sobre as vendas de novembro de 2012”, diz.

No acumulado do ano (janeiro a novembro) de
2013 na RMC, o faturamento ficou em 2,99% acima de 2012, que deflacionado pela
inflação do período, também fica em 1,44% abaixo do IPCA (Índice de Preços ao
Consumidor Amplo).

A inadimplência continua sendo o aspecto
positivo, quando avaliada em números de carnês em atraso há mais de 30 dias em
novembro de 2013, ficou em 179.098 carnês, cerca de 10,97% acima dos 161.393
carnês do mesmo período de 2012. Observa-se uma redução de 1,06 pontos
percentuais entre a inadimplência do período de janeiro a outubro de 2013,
contra o período de janeiro a novembro de 2013.

Na RMC, a mesma avaliação indica que foram
420.417 carnês vencidos e não pagos de janeiro a novembro de 2013, cerca de
9,92% acima dos 382.460 carnês do mesmo período de 2012. Destaca-se aqui, uma
redução de 2,37 pontos percentuais, quando se avalia com o período de janeiro a
outubro de 2013, imediatamente anterior.

Em termos de valores, os 179.098 carnês não
pagos de Campinas, representam cerca de R$ 129 milhões, e os 420.417 carnês não
pagos na RMC, representam R$ 302,7 milhões.

As expectativas de vendas para dezembro de
2013 se apresentam positivas pelo comércio, porém, em percentuais menores que
os de dezembro de 2012. A entrada do 13º salário, que entre novembro e dezembro
de 2013, injetará na economia campineira, cerca de R$ 1,1 bilhão, e na RMC
cerca de R$ 2,6 bilhões, devem direcionar cerca de 55% diretamente para o
consumo, 35% para a inadimplência é 10% para a poupança.

Esses montantes devem provocar uma
movimentação nominal de cerca de até 8,5% sobre as vendas de Natal do ano
passado, que deflacionados pelo IPCA dos últimos 12 meses, indica uma expansão
real de 2,84%.

Para dar início às atividades de 2014, a ACIC
realizará entre os dias 20 e 24 de janeiro, das 9h às 20h30, na sede da
entidade, a 1ª Semana do Empreendedor Individual. O evento gratuito tem como
objetivo mobilizar e auxiliar iniciantes e empresários individuais da região de
Campinas, oferecendo a eles conhecimento para transformarem suas ideias em
verdadeiros negócios empreendedores.

No período da manhã os participantes
receberão informações técnicas e gerenciais para o desenvolvimento de seus
potenciais no Posto SEBRAE de Atendimento ao Empreendedor. As tardes serão
destinadas aos workshops e oficinas gratuitas sobre os principais pilares de
gestão e fortalecimento dos negócios empreendedores – recursos humanos,
marketing, gestão de tempo, vendas e finanças. Já no período da noite ocorrerão
palestras gratuitas sobre temas importantes e um case de sucesso. No
encerramento da atividade, no dia 24, haverá happy hour.  Para participar da 1ª Semana do Empreendedor
Individual o interessado deve fazer a inscrição até dia 17 de janeiro no site
www.acic.bz.

 Fotos 1 e 2 – Economista da ACIC, Laerte Martins e a presidente da ACIC, Adriana Flosi.
Crédito: Divulgação ACIC.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ DO BRASIL OFERECE CHAVES MAGNÉTICAS DE ALTA ROBUSTEZ PARA APLICAÇÕES EM CONDIÇÕES EXTREMAS

Marca de referência mundial em segurança de máquinas e automação industrial, a multinacional alemã, Pilz …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn