ACIC APOIA PROGRAMA VOLTA RESPONSÁVEL

A Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC) manifesta apoio ao programa “Volta Responsável”, conforme decreto publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (04/06) e que passa a valer a partir da próxima segunda feira (08/06). De acordo com a presidente da ACIC, Adriana Flosi, as medidas estão de acordo com o Plano SP de Retomada das Atividades Econômicas, elaborado a partir de estudos e orientações das autoridades sanitárias, bem como das características socioeconômicas de cada região, e da situação dos municípios em relação  à pandemia do coronavírus. “Todos devem se preparar com responsabilidade e assim contribuir para a continuidade do plano, para que possamos passar para a próxima fase. Sabemos que não será fácil a transição até atingirmos novamente uma situação de normalidade. O estado de pandemia que levou ao necessário isolamento social impactou negativamente os setores da economia. Da segunda quinzena de março até maio deste ano, as perdas no faturamento do comércio de Campinas chegaram a R$ 1,1 bi. No acumulado de janeiro a maio, as perdas foram de R$ 2,5 bi, o equivalente a 30,52% a menos que no mesmo período de 2019”, explica Adriana Flosi.

Com as lojas funcionando com capacidade limitada e em horário reduzido, a ACIC busca incessantemente soluções para ajudar os empreendedores a manterem a operação dos seus negócios. Recentemente, a Associação firmou parceria com a startup MarketUp para promover o processo de transformação digital principalmente nas pequenas e médias empresas, que têm dificuldade de custear os processos para operar também no ambiente online.

Assim, os mais de dois mil associados à ACIC terão à disposição um software online de sistema integrado de gestão empresarial, uma loja virtual customizada e acesso direto a grandes fornecedores para a compra de produtos com preços mais vantajosos. Uma decisão imprescindível para a perenidade dos negócios e que ultrapassa o momento de crise econômica. “As funcionalidades são alternativas não só para o momento, quando as lojas operam apenas parcialmente, mas para transformar o negócio. São recursos para manter o estabelecimento funcionando, só que de forma digital”, esclarece a presidente da ACIC.

Confira as medidas para a retomada das atividades comerciais anunciadas pela prefeitura de Campinas a valer a partir de segunda feira:

Comércios de rua (inclui galerias e similares) – das 12h às 16h, atendendo com 20% da capacidade.

Shoppings centers – das 16h às 20h, com 20% da capacidade. Praças de alimentação, cinemas, teatros, academias, salões de beleza e serviços de valet não poderão funcionar.

Escritórios (como de advocacia, contabilidade, imobiliárias, engenharia, arquitetura e turismo e outros) – poderão funcionar por quatro horas seguidas e atender com 20% da capacidade.

Igrejas e templos – poderão funcionar, com 20% da capacidade, por quatro horas, com horário estipulado por cada um. Eventos religiosos, culturais, educativos ou recreativos estão vetados. Está proibida a presença de pessoas com doenças crônicas e/ou com mais de 60 anos.

Os estabelecimentos autorizados a retomar as atividades com público devem seguir todas as medidas sanitárias para garantir a higiene: evitar aglomeração de pessoas para combater a disseminação do coronavírus, como manter distância de, no mínimo, 1,5 metro entre as pessoas; disponibilizar álcool em gel; marcar o distanciamento no solo; exigir o uso de máscaras por funcionários e clientes e dispensar do trabalho in loco funcionários com possíveis sintomas, que tenham doenças crônicas e/ou mais de 60 anos.

A multa para quem descumprir as regras é de 400 UFICs, o equivalente a R$ 1.446, 44. Em caso de reincidência, o valor da multa será dobrado. Na terceira autuação, o estabelecimento ficará fechado até o fim da quarentena.

Os estabelecimentos devem emitir, gratuitamente, a Declaração de Estabelecimento Responsável, um certificado de responsabilidade que deve ser solicitado online, após inscrição e rápida capacitação, pelo portal da Prefeitura no https://ead-covid19.campinas.sp.gov.br/ .

 

Foto: Presidente da Acic, Adriana Flosi.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

NOVA MÁQUINA DA ZEMA SE DESTACA NA RETIFICAÇÃO DE PEÇAS GRANDES E PESADAS COM EIXOS RESISTENTES E FÁCEIS DE RETIFICAR

O Grupo JUNKER anuncia um novo desenvolvimento em seu portfólio de máquinas ZEMA: a KARGO, …

Facebook
Twitter
LinkedIn