ALUGUEL NA CAPITAL PAULISTA REGISTRA AUMENTO DE 2,1% EM 2019

Em março de 2019, o aluguel de imóveis residenciais em São Paulo registrou aumento de 0,8%, acumulando uma valorização de 2,1% em 2019, de acordo com levantamento do Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País. No período, o preço médio da locação de um apartamento padrão (65 m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) ficou em torno de R$ 1.781,00/mês.

Ainda no quesito aluguel, a região Centro Sul (R$ 2.574,00/mês) é a mais cara de São Paulo, seguida pelo Centro (R$ 2.515,00/mês). Enquanto isso, as regiões Noroeste (R$ 1.534,00/mês), Nordeste (R$ 1.460,00/mês) e Leste (R$ 1.436,00/mês) são as mais econômicas da cidade. As maiores valorizações, nos últimos 12 meses, foram identificadas nas zonas Leste com 8,8% e Centro, com 8,7%.

O levantamento também aponta que os bairros que apresentaram as maiores variações anuais dos preços para locação foram Liberdade e Vila Moreira (distrito: Tatuapé), com de 24%, seguidos pela Chácara Califórnia (distrito: Vila Carrão) com 23%.

Já para quem pensa em comprar em São Paulo, o preço médio do metro quadrado, em março de 2019, ficou em R$ 6.001,00, segundo o Imovelweb. A Zona Oeste manteve-se no pódio como a região mais cara para compra de imóveis na cidade (R$ 8.327,00), seguida pela Centro-Sul (R$ 8.204,00) e Centro (R$ 7.958,00).

Os bairros de Jardim Palmares (19%), Caxingui (18%) e Jardim Santa Efigênia (15%) são os arredores com as maiores altas nos preços de venda nos últimos 12 meses. Enquanto a Cidade Satélite Santa Bárbara (8%), Jardim Germânia (17%) e Cursino (17%) são os locais em que os preços mais caíram nesse mesmo período.

Já para quem pensa em investir em imóveis em São Paulo, o estudo do Imovelweb é o único do mercado que calcula a rentabilidade de cada bairro e região e pode apoiar o consumidor em sua decisão de compra.

A rentabilidade média da cidade bateu 5,7% no ano, sendo necessários 17,5 anos de aluguel para retomar o valor da compra do imóvel, período 4,6% menor que há um ano.

No mês de março de 2019, as regiões Sul (6,8%), Centro (6,3%) e Centro Sul (6%) foram as mais rentáveis. Enquanto a Sudeste (5,3%), Noroeste (5%) e Nordeste (4,6%) foram as menos atrativas. “O primeiro trimestre de 2019, tem consolidado as expectativas do setor imobiliário em São Paulo. No quesito locação, a busca por imóveis para aluguel ainda é alta na capital paulista, o que influencia no valor dos imóveis e pode ser uma grande vantagem para os investidores”, finaliza o CEO do Imovelweb, Leonardo Paz.

Fundado em 1999, o Imovelweb é um dos maiores portais do mercado imobiliário do Brasil. Referência em Real Estate, faz parte do grupo argentino Navent, uma das dez maiores empresas de internet da América Latina. Com mais de 200 colaboradores no Brasil, é uma multinacional sólida, de capilaridade nacional e com a maior capacidade de investimento do mercado em plataforma digital.

 

Foto: CEO do Imovelweb, Leonardo Paz.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ASPEN PHARMA RECICLA MAIS DE 100 MIL KG DE EMBALAGENS ATRAVÉS DA COMPENSAÇÃO AMBIENTAL DO LEITE DE MAGNÉSIA DE PHILLIPS EM 2019

Pensando em solucionar o destino final das embalagens do tradicional Leite de Magnésia de Phillips, …

Facebook
Twitter
LinkedIn