ALUGUEL NO CENTRO DE SÃO PAULO SUBIU 7,7% NO ÚLTIMO ANO

Na esteira da retomada da economia, o mercado imobiliário paulistano apresentou valorização no último mês de fevereiro, tanto nos preços para venda quanto para locação. Os dados são do INDEX SP, levantamento mensal realizado pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do Brasil.

De acordo com o estudo, o preço médio do aluguel na capital paulista está em alta. O valor para locação de um apartamento padrão, com 65 m², 2 dormitórios e uma vaga de garagem, na “Terra da Garoa”, ficou em R$ 1.767,00 mensais, 0,8% mais caro que no mês anterior. Nos últimos 12 meses, a valorização foi de 2,3%, percentual abaixo da inflação (IPCA 15).

Já entre as regiões, o grande destaque ficou com o Centro, que registrou valorização de 7,7% e preço em torno de R$ 2.492,00 mensais. Em segundo lugar no ranking, está a Centro-Sul, com 5,9% de variação no período e valor médio do aluguel cotado em R$ 2.535,00 mensais.

No quesito venda, o valor médio do metro quadrado em São Paulo ficou em R$ R$ 5.994,00, com uma pequena alta de 0,1%. No entanto, no ano, há uma queda acumulada de 0,4%. Ainda, segundo o estudo, 80% dos bairros da capital paulista apresentaram valores entre R$ 4.600,00/m² e R$ 9.600,00/m².

Entre as regiões mais caras da cidade, os destaques foram Oeste, Centro-Sul e Centro, com preços estimados em R$ 8.313,00/m², R$ 8.202,00/m² e R$ 7.968,00/m², respectivamente. A região Central também foi a mais valorizada, com 1,6% de aumento no preço do m² no último ano.

Com os valores dos aluguéis subindo e os preços para a venda encontrando um ponto de estabilidade, a rentabilidade imobiliária em São Paulo continua crescendo, desde o segundo semestre de 2018. No último ano, a relação aluguel/preço de venda ficou em 5,7%. Atualmente, são necessários 17,6 anos de aluguel para recuperar o gasto com a compra de um imóvel, período 3,9% menor do que há um ano. Já a rentabilidade imobiliária total na cidade (considerando compra, venda e aluguel), dos últimos 12 meses, foi de 5%, acima do retorno da Poupança. “Nossa perspectiva para o mercado imobiliário paulistano é extremamente positiva. Os preços estão se estabilizando em um patamar mais condizente com os valores reais dos imóveis na região, preços esses que estavam impactados com os reflexos da crise econômica, tanto para venda quanto para locação. Com isso, os estoques e o tempo de vacância já estão caindo sensivelmente, graças ao retorno da demanda e a elevação da confiança do consumidor”, comenta o CEO do Imovelweb, Leonardo Paz.

Ainda, segundo Paz, há uma mudança significativa no comportamento da população na hora de escolher um imóvel para morar, fator que também movimenta o setor. “Muitos brasileiros estão optando pelo aluguel por uma questão de comodidade e proximidade aos grandes centros comerciais ou financeiros. Esta é a principal razão pela qual o Centro de São Paulo, por exemplo, tem tido uma intensa valorização nos últimos meses. A região conta com uma excelente infraestrutura, sobretudo, diversidade de opções de transporte público, além de ser um bairro que facilita o acesso às regiões em que estão estabelecidas as principais empresas da capital”, finaliza o executivo.

Fundado em 1999, o Imovelweb é um dos maiores portais do mercado imobiliário do Brasil. Referência em Real Estate, faz parte do grupo argentino Navent, uma das dez maiores empresas de internet da América Latina. Com mais de 200 colaboradores no Brasil, é uma multinacional sólida, de capilaridade nacional e com a maior capacidade de investimento do mercado em plataforma digital.

 

Foto 1 – Centro de São Paulo.

Foto 2 – Leonardo Paz, CEO da Imovelweb.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ASPEN PHARMA RECICLA MAIS DE 100 MIL KG DE EMBALAGENS ATRAVÉS DA COMPENSAÇÃO AMBIENTAL DO LEITE DE MAGNÉSIA DE PHILLIPS EM 2019

Pensando em solucionar o destino final das embalagens do tradicional Leite de Magnésia de Phillips, …

Facebook
Twitter
LinkedIn