ALUNOS DO COLÉGIO RIO BRANCO COMEMORAM O DIA DA ÁRVORE E A CHEGADA DA PRIMAVERA COM PLANTIO DE MUDAS NATIVAS

O Dia da Árvore e o início da Primavera receberão serão comemorados de forma especial pelos alunos do Ensino Infantil 5 do Colégio Rio Branco, de Campinas. Nesta terça-feira (02/10) crianças envolvidas no Estudo do Meio “Vila Educa” participam de uma atividade de educação ambiental, utilizando a proposta de vivência naturalista que contempla trilha, horta orgânica, oficina de reciclagem e o plantio de árvores nativa

Durante a ação que acontece ao longo de todo o dia, as crianças farão o plantio de 70 mudas de árvores nativas em um espaço em reflorestamento de Área de Proteção Ambiental (APA) no distrito de Joaquim Egídio, localizado dentro da propriedade do Restaurante Vila Paraíso, onde funciona o Projeto Vila Educa.

Além de manter contato direto com a natureza, fauna e flora, e aprender na prática como funciona o ecossistema ao longo de mais de dois quilômetros de trilhas, os estudantes do colégio farão o plantio das mudas de árvores nativas dentro de um corredor que liga vários fragmentos da mata que compõe a APA.

Este espaço está em fase de recuperação desde o início do ano. No local já foram plantadas 80 mudas por alunos de vários estabelecimentos de ensino que participaram de atividades oferecidas pelo Projeto Vila Educa. São mudas cultivadas no viveiro da Prefeitura de Campinas e doadas para o projeto, com o objetivo de recuperar áreas degradadas da região e colaborar com a biodiversidade e conservação da Mata Atlântica.

Segundo Paula Arnoldi, bióloga responsável pelo projeto, o índice de sucesso quanto à taxa de natalidade destas mudas é muito alta em razão da preservação ambiental já existente na área e a manutenção contínua. “Além de aprenderem sobre ciências de forma prática, através do contato com a natureza, estas crianças ajudarão a diminuir a emissão de gás carbono no deslocamento da escola até a área do projeto Vila Educa. Também contribuirão para o aumento da área de proteção ambiental com a recuperação de um espaço que antes só tinha mato”, explica Paula.

Localizado numa propriedade rural no Distrito de Joaquim Egídio, em Campinas (SP), o Restaurante Vila Paraíso é conhecido por sua excelência gastronômica e exuberante área em meio à natureza para as famílias curtirem os finais de semana. Pensando em utilizar este ambiente natural inserido em Área de Proteção Ambiental (APA), a casa iniciou neste ano nova proposta pedagógica de estudos relacionados a preservação ambiental: o Projeto Vila Educa, que trata o Estudo do Meio.

O Vila Educa é um programa que foi integralmente desenvolvido com base nos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCNs e BNCC para atender a grade curricular das instituições de ensino, orientando questões de ordem científica e sociais que, por sua vez, visa o Estudo do Meio de Ciências Naturais e Educação Ambiental através de visitas monitoradas e pré-agendadas, desenvolvidas das segundas as sextas-feiras.

Este projeto tem por objetivo a compatibilização e vivência dos conceitos estudados em sala de aula pertencentes à disciplina de ciências naturais, bem como sua transversalidade em educação ambiental, colaborando no desenvolvimento da criticidade de cidadãos mais conscientes. “Em função da pluralidade conceitual que o projeto apresenta, o Vila Educa Week possui flexibilidade e autonomia para ser aplicado a todos os anos letivos e grupo de pessoas interessadas nas ações pedagógicas e reflexivas proporcionadas através das obras educacionais”, explica Paula Arnoldi, bióloga responsável pelo projeto Vila Educa.

 

Foto: Vila Educa APA.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

TOLEDO DO BRASIL DESENVOLVE BALANÇA PARA O PEQUENO COMÉRCIO

Para atender a demanda de rotisseries, açougues, sorveterias, hortifrutis, mercearias e minimercados, que normalmente não …

Facebook
Twitter
LinkedIn