ARTIGO – COMO UTILIZAR O 13º SALÁRIO

*por Edson de Sousa Viana

O Natal
está chegando e, com ele, o tão esperado 13º salário. A primeira coisa que vem
à mente dos pobres mortais é a sensação de sobra, de abundância e a de que este
dinheiro é a oportunidade para realização dos merecidos sonhos de passeios e
viagens, além da organização de uma mesa farta e das compras dos melhores
presentes para premiar, com merecimento, aqueles que aquecem nossos corações.
Entretanto, esse raciocínio pode ser uma armadilha financeira em alguns casos.
Veja aqui algumas situações onde a utilização do 13º pode representar um
presente para uma pessoa muito importante e, muitas vezes esquecida, que é VOCÊ
mesmo:

CHEQUE
ESPECIAL:
de
acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens,
Serviços e Turismo (CNC), o endividamento dos Brasileiros ficou em 59% no mês
de novembro. A taxa de juros atual do cheque especial é altíssima. Ao invés de
gastar seu dinheiro, que lhe dá a maravilhosa sensação de sobra, tire este
pesadelo da sua frente e tente quitar este crédito.

CARTÃO DE
CRÉDITO:
a taxa
de juros atual do cartão de crédito, apesar de todos os incentivos
governamentais para que o custo do dinheiro se reduza, continua elevadíssima.
Portanto é preciso usar o cartão com moderação. Utilizar o dinheiro para quitar
dívidas ajuda a evitar aborrecimentos futuros com juros, negativação do nome
entre outras coisas que podem azedar o Natal e o Réveillon. Organize-se e
comece o ano novo em dia com você mesmo.

Para
aqueles que não têm dívidas a quitar, fica a dica de também não se deixar levar
pela empolgação das festas de fim de ano e reservar parte do 13º para
constituir reservas. Se você sente que estas reservas são de curto prazo,
coloque na poupança que é uma aplicação garantida e que lhe permite o saque
imediato em caso de necessidade. Se o seu investimento for de longo prazo,
converse com seu gerente de conta. Existe um mix interessante de aplicações
seguras que poderão beneficiá-lo com uma taxa um pouco mais interessante –
lembrando, porém, de verificar se, com a dedução do imposto de renda e outras
taxas, a aplicação acabará perdendo para a poupança que não possui estes
encargos.

Sabemos
que o Natal e o Ano Novo têm um significado importante visto que é uma
oportunidade única de reunir nossos familiares e que o espírito natalino é
importante. Porém, é possível comprar ótimas lembrancinhas a baixos custos
agradando a todos e presenteando, ao final, principalmente, àquela pessoa
citada no início deste artigo: VOCÊ.

Edson de Sousa Viana é
Economista, Pós Graduado em Administração de Empresas e Contador, tendo sido
executivo de empresas nacionais e multinacionais nas áreas de Controladoria e
Finanças. Atualmente é professor-coordenador do curso de Ciências Contábeis da
Anhanguera UNIBAN – unidade Tatuapé.

 
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PRÁTICA CORPORAL CHINESA QUE MELHORA O HUMOR E A DISPOSIÇÃO É OFERECIDA EM CAMPINAS

A correria do dia a dia pode ser estressante. Em meio a compromissos familiares, trabalho, …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn