CAGED DE MAIO DE 2019 ELIMINA 291 POSTOS DE TRABALHO EM CAMPINAS E REGIÃO

De acordo com o Departamento de Economia da Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) de maio de 2019, em Campinas, foram eliminados 372 postos, uma redução de 1.428,75% em relação aos 28 postos gerados em maio de 2018.  No acumulado do ano foram criados 1.709 postos, total 60,55% menor que os 4.332 postos gerados em 2018. Em maio deste ano, os setores da Construção Civil e Administração Pública impulsionaram juntos a criação de 313 postos, enquanto que a Indústria, Serviços, Comércio e Agropecuária eliminaram juntos 570 postos, deixando os números de maio negativos, e frustrando também a tendência positiva de recuperação do emprego para este ano em Campinas e Região.

Região Metropolitana de Campinas (RMC)

Na RMC, o CAGED mostra que foram eliminados em maio de 2019 291 postos, uma redução de 327,34% em relação aos 128 postos gerados no mesmo mês de 2018.  No acumulado do ano, tivemos a geração de 10.826 postos, 2,19% abaixo dos 11.068 criados no ano passado.  Em relação aos últimos 12 meses, foram gerados 8.282 postos.

Em maio, os setores da Construção Civil, Administração Pública e Agropecuária juntos impulsionaram a geração de 634 postos, enquanto que a Indústria, Serviços e Comércio eliminaram juntos 1.003 postos, deixando os número de maio de 2019 negativos, e frustrando a tendência da recuperação do emprego para este ano.

No País

Em todo o território nacional foram gerados 32.140 postos de trabalho, 4,51% menor que total  de 33.659 postos de maio de 2018.  No acumulado do ano foram gerados 351.063 postos, 7,90%, abaixo dos 381.166 de 2018.  Em relação aos últimos 12 meses foram acumulados 474.299 postos, o que representa uma expansão de 66,49% sobre os 284.875 acumulados em 2018. “O nível de Emprego continua dependente da melhoria dos indicadores da macroeconomia e, principalmente, da aprovação urgente da Reforma Previdenciária, que pode aliviar o índice de desemprego no País e na nossa Região”, avalia o diretor de economia da Acic, Laerte Martins.

 

Foto: Diretor de economia da Acic, Laerte Martins.

Crédito: Divulgação.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

COMO A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL AFETA O VAREJO AUTOMOTIVO

É sabido que a tecnologia avança diariamente em grande velocidade. Todos os dias surgem novos …

Facebook
Twitter
LinkedIn