COCA-COLA FEMSA BRASIL CAPACITA MULHERES PARA O MERCADO DE TRABALHO

A Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, deu início a um novo projeto chamado Escola de Promotoras. A iniciativa da companhia oferece cursos de capacitação gratuitos para mulheres em situação de desemprego e vulnerabilidade social para ampliar as possibilidades de colocação no mercado de trabalho como promotoras de vendas no segmento de bebidas.

Em Sumaré (SP), onde a empresa opera um Centro de Distribuição (CD) regional, duas turmas com um total de 23 alunas já foram formadas, uma delas em parceria com as ONGs Menino Chorão, de Campinas, e Cruzada das Senhoras Católicas, de Americana, e outra exclusiva com mulheres que haviam participado do “Coletivo Online”, programa de qualificação profissional oferecido pelo Instituto Coca-Cola Brasil em parceria com a Coca-Cola FEMSA Brasil a jovens de 16 a 25 anos.

As aulas de qualificação teóricas e práticas aconteceram entre os dias 22 e 23 de junho nas instalações do CD, com o cumprimento de todos os protocolos de segurança relacionadas à Covid-19, como distanciamento e testagem das participantes.

Habilitação

Durante o curso, foram apresentadas de forma detalhada todas as funções da promotora de vendas, noções de merchandising, dicas de colocação e exposição dos produtos nos pontos de venda e demais técnicas para que a profissional pudesse estar apta a impulsionar a comercialização da sua linha de produtos. Especialistas do setor de recursos humanos e da área comercial da empresa também compartilharam suas experiências para contribuir na capacitação das promotoras.

Ao final da atividade, todas receberam um certificado de conclusão do curso de qualificação. Elas terão ainda seus currículos cadastrados para participarem de processo de seleção na própria Coca-Cola FEMSA Brasil e ficarão habilitadas a concorrer a vagas nas demais empresas do setor.

Inclusão e diversidade 

O projeto Escola de Promotoras integra um conjunto de ações promovidas pela área de Inclusão & Diversidade e a área Comercial da companhia. A gerente de Talento e Cultura da Coca-Cola FEMSA Brasil, Priscylla Haddad, destaca que a empresa está fazendo sua parte para promover a equidade de gêneros em todas as áreas de atuação da empresa. “Um dos principais motivos de a equidade de gênero ainda ser um desafio para o mercado de trabalho é a questão cultural. Muitas posições ainda têm o estereótipo de serem exclusivamente masculinas, como nas áreas técnica e industrial, na distribuição e, também, no comercial, funções ainda ocupadas majoritariamente por homens”, destaca.

Luciana Mota, gerente de Recursos Humanos do time Comercial destaca que a iniciativa está sendo ampliada e realizada em outras regiões onde a companhia atua. “A Escola de Promotoras vai gerar novas possibilidades de colocação no mercado de trabalho para as participantes, seja na Coca-Cola FEMSA ou em outras empresas, neste momento de tanta instabilidade em que vivemos. E ela ainda vai incentivar e oferecer possibilidades para que cada vez mais mulheres conquistem seu espaço e ocupem novas posições”, finaliza.

 

Foto: Formandas da Escola de Promotoras.

Crédito: Divulgação

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ DO BRASIL FORNECE AO MERCADO NACIONAL O PSSUNIVERSAL E O PSSUNIVERSAL 2 – MÓDULOS DE COMUNICAÇÃO PARA SISTEMAS

A multinacional alemã, Pilz do Brasil, líder em sistemas de automação e em soluções de …

Facebook
Twitter
LinkedIn