COM DIGITALIZAÇÃO DE PROCESSOS, ZURICH REDUZ PRAZO DE PAGAMENTOS ÀS OFICINAS CREDENCIADAS

A Zurich tem investido continuamente na melhoria de seus serviços, digitalizando todos os processos, a fim de dar mais agilidade para clientes e parceiros, como as Oficinas Credenciadas, que atendem os seus clientes que têm seguro auto. Com a digitalização e simplificação, a Zurich reduziu em mais de 50% o prazo de pagamento dos serviços das credenciadas. Se em janeiro deste ano, levava pouco mais de 9 dias em média entre a entrega da nota fiscal por parte das oficinas e o pagamento, desde setembro, graças às mudanças, caiu para cerca de 4 dias.

Uma das ferramentas que imprime essa velocidade é a plataforma Zurich Digital. Ela eliminou o uso de papel e por ser 100% digital, também contribui para a sustentabilidade, pois é um processo com zero emissão de carbono.

O menor tempo de pagamento impacta positivamente no capital de giro das oficinas credenciadas. “Para nossos parceiros, manter um capital de giro saudável é garantir também um processo de excelência nos serviços de reparos nos automóveis, assim como um ambiente sustentável, gerando não apenas o desenvolvimento e crescimento do volume de negócios, mas também melhora crescente no nível de satisfação dos nossos segurados”, diz o diretor de Operações de Sinistros da Zurich no Brasil, José Silva. “Fomos além do tradicional modelo de pagamento de envio de notas fiscais, digitação etc. O acesso ao Zurich Digital logo depois do reparo concluído e veículo entregue é bastante simples. Basta que a oficina entre em no sistema e faça o upload da nota fiscal que, integrada ao processo de regulação do sinistro, é automática e digitalmente direcionada para liberação e processamento de pagamento. Trabalhamos para dar a melhor entrega para o nosso cliente, sem descuidarmos de nosso parceiro, que é um agente fundamental nesta jornada do cliente”, complementa o executivo.

José Silva, conta que o pagamento digital sem emissão de papeis físicos é premissa para as oficinas que atuam com a Zurich. O executivo reforça que a iniciativa vai em linha com a ambição de a companhia em se tornar uma das empresas mais responsáveis e de maior impacto do mundo. “O Grupo Zurich tem um compromisso global e uma clara missão em todos os aspectos da sustentabilidade. Hoje, ocupamos o topo do Índice Dow Jones de Sustentabilidade, resultado do seu esforço e o papel ativo na transição para uma economia mais sustentável. Além disso, tem metas de redução de CO2. Tanto que para reafirmar o seu propósito, passou a integrar a Net-Zero Asset Owner Alliance da ONU, com o compromisso de zerar as suas emissões de carbono até 2050. Para tal, deve adquirir títulos verdes no valor de US$ 5 bilhões até 2022, valor que equivale à compensação de 5 milhões de emissões CO2”, finaliza.

A seguradora Zurich soma o conhecimento do mercado brasileiro, no qual tem mais de 80 anos de experiência, à expertise internacional em soluções de seguros multicanal. A Zurich atesta solidez financeira e segue rígido padrão global de conduta, praticado em todas as suas operações. Dedica-se a compreender as necessidades dos clientes e oferece soluções para pessoas físicas e jurídicas, de pequenas empresas a multinacionais. Tendo o Brasil na sua estratégia de crescimento, e decidida a contribuir com o desenvolvimento social e econômico do país, visando o médio e longo prazo, a companhia dispõe de produtos e serviços sob medida para este mercado.

Zurich Insurance Group (Zurich) é uma seguradora líder multicanal que apresenta soluções para seus clientes e parceiros na esfera local e global. Com cerca de 55 mil colaboradores, fornece uma ampla gama de serviços e produtos em Seguros de Vida e de Ramos Elementares em mais de 215 países e territórios. Entre os clientes da Zurich encontram-se indivíduos, pequenas e médias empresas, assim como grandes empresas e multinacionais.  O Grupo está sediado em Zurich, Suíça, onde foi fundado em 1872. O Zurich Insurance Group Ltd (ZURN) está listado no Six Swiss Exchange e tem o Nível I no programa American Depositary Receipt (ZURVY), que é transacionado fora da bolsa no OTCQX.

 

Foto: diretor de Operações de Sinistros da Zurich no Brasil, José Carlos Silva.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

TOLEDO DO BRASIL DESENVOLVE BALANÇA PARA O PEQUENO COMÉRCIO

Para atender a demanda de rotisseries, açougues, sorveterias, hortifrutis, mercearias e minimercados, que normalmente não …

Facebook
Twitter
LinkedIn