COMO AS FINTECHS DE CRÉDITO PODEM AJUDAR OS PEQUENOS EMPRESÁRIOS COM SEUS NEGÓCIOS?

ARTIGO DE DANIEL ORLEAN

Não há nada mais típico em empreender ou gerir uma empresa do que questionar continuamente o fluxo de caixa do negócio, principalmente em datas próximas a compromissos financeiros como pagamento de folha de pessoal ou impostos. Todo empreendedor já passou por isso. Outra situação que faz o empresário ou gestor pensar nos recursos em caixa é quando se cogita realizar uma expansão ou investimento no negócio – seja para o investimento em si ou para manter o negócio rodando sem solavancos durante ou depois dessa decisão.

Em ambas as situações as empresas precisam buscar sua sustentabilidade financeira, mas apenas uma pequena parte dos empreendedores percebe nas linhas de crédito disponíveis um caminho positivo e viável. Boa parte disso acontece por conta de toda a burocracia que as empresas reportam ter que passar ao solicitarem o valor desejado em bancos convencionais, por exemplo.

De acordo com dados apurados em todo o país pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes (CNDL), três em cada dez micro e pequenos empresários consideram difícil o processo de contratação de crédito, sendo o excesso de burocracia e as exigências dos bancos os principais entraves mencionados por 45% desses empresários.

Esse cenário muda rapidamente, com o crescimento e consolidação das fintechs de crédito, que vêm se destacando no mercado como grandes aliadas para atender a necessidades específicas das empresas. Na maioria das vezes, o retorno para liberação do crédito é mais rápido do que as instituições tradicionais, já que atuam de forma mais automatizada e com menos burocracia, sem deixar de proporcionar um atendimento personalizado.

Com o uso de ferramentas de inteligência artificial, automatização de processos e acesso integrado a bases de dados distribuídas, por exemplo, as propostas podem serem feitas de forma totalmente customizada e de acordo com a necessidade de cada perfil de cliente. O analista (que muitas vezes já é um robô) recebe a solicitação tendo acesso imediato ao histórico, aos desafios, às necessidades e a diversos scores de avaliação de risco e da viabilidade de concessão do empréstimo. O atendimento humanizado que se segue já trata cada cliente de forma muito mais profunda e empática, uma abordagem bem diferente da tradicional venda feita por um gerente que atende simultaneamente a diversas solicitações, com metas de vendas de diversos produtos e que depende de um processo manual e com critérios engessados.

Se você que é micro, pequeno ou médio empresário, e necessita de crédito para seu negócio, vale a pena cogitar e pesquisar um pouco sobre o universo das fintechs, e ver quais são as oportunidades e soluções que elas oferecem. O mercado financeiro está em constante evolução e quanto mais informações você tiver, melhor preparado você estará para solicitar seu crédito. Tenho certeza que esse é o melhor caminho para conseguir empréstimos com as melhores condições para sua empresa.

 

Daniel Orlean é Sócio-fundador da BizCapital, fintech que tem como principal objetivo desburocratizar e tornar mais eficiente o processo de concessão de crédito para o micro e pequeno empreendedor.

Compartilhe:
Facebook
Google+
https://www.panoramadenegocios.com.br/como-as-fintechs-de-credito-podem-ajudar-os-pequenos-empresarios-com-seus-negocios/
Twitter
LinkedIn

Veja também

NOVO DESTINO DE CARGA DA LATAM PASSA A CONECTAR O AEROPORTO DE VIRACOPOS A DINAMARCA

Uma nova rota inaugurada pela companhia aérea Latam Cargo vai conectar o Aeroporto Internacional de …

Facebook
Google+
https://www.panoramadenegocios.com.br/como-as-fintechs-de-credito-podem-ajudar-os-pequenos-empresarios-com-seus-negocios
Twitter
LinkedIn