COMO PASSAR POR GRANDES FALHAS E NÃO PERDER O ENTUSIASMO?

ARTIGO DE LILIO ROCHA

No caminho para o sucesso, é inevitável se deparar com falhas. Porém, o que diferencia o êxito do fracasso é saber como lidar com essas situações. Identificar os próprios erros é um exercício de autoconhecimento essencial tanto para o desenvolvimento pessoal quanto profissional. Ao reconhecê-los, iniciamos um processo de reflexão, que é o primeiro e mais efetivo passo para transformar tropeços em oportunidades de aprendizado.

Transferindo essa postura para o mundo dos negócios, quando uma empresa está passando por momentos difíceis, é importante que os líderes parem para pensar sobre os eventos que não saíram como planejado e sejam claros sobre quais aspectos foram falhas de gestão e quais contaram com elementos externos e, portanto, menos controláveis. Aceitar que elas acontecem, sem culpar terceiros, é o único caminho para vencer os desafios e evoluir.

Além disso, é fundamental aprender com os erros. Temos exemplos de líderes de grandes companhias, como Yahoo!, Blockbuster e Blackberry, que poderiam ter tido mais êxito a longo prazo se compreendessem de fato o que estava atrapalhando os negócios e agissem de acordo com esses aprendizados. Nesse sentido, é preciso ser honesto consigo mesmo sobre as limitações da sua organização, manter-se aberto a feedbacks construtivos e mudar comportamentos que levam a desacertos repetidos. Vale ressaltar que o importante não é a falha em si, mas a reação a ela. Erros são inevitáveis e fazem parte da jornada de crescimento, e ao ter humildade para aceitar e entendê-los, é possível superar o medo de errar e criar um ambiente propício para a melhoria contínua.

Para manter o entusiasmo em meio a falhas e vencer os obstáculos, é essencial desenvolver resiliência e persistência. Aprender a confiar nas próprias habilidades e cultivar uma mentalidade de crescimento são passos cruciais nesse processo. Segundo um estudo da McKinsey, líderes capazes de absorver os choques da mudança e atuar junto aos times para transformar desafios em oportunidades alcançam um crescimento sustentável e inclusivo de forma mais rápida. Isso inclui construir e incentivar a confiança das equipes nas próprias habilidades, mas só é possível chegar a esse cenário tendo em mente quais as dificuldades a serem superadas, enxergando-as como chances para aprender, adotando estratégias bem definidas e celebrando as pequenas vitórias em direção aos objetivos da empresa.

E por falar em objetivos, grandes nomes do mercado, como a Ford Motor Company, Walmart, JPMorgan Chase & Co, Unilever, DHL e FedEx, contornaram falhas, registraram resultados significativos e aumentaram suas receitas com a implementação da inteligência artificial. Isso só foi possível porque adotaram uma postura estratégica e focada em objetivos específicos. É importante olhar para esses players não apenas com a meta de chegar ao mesmo patamar, mas também entendendo quais passos eles deram para isso e como traduzir essas ações para a realidade da sua companhia.

Os desafios exigem que os planos sejam flexíveis e adaptáveis, para que o momento inevitável de ajustar estratégias e métodos não seja visto como algo negativo. Ao enfrentar falhas, é comum experienciar uma série de emoções intensas e desanimadoras, mas entender e gerenciar esses sentimentos ajuda a superar os erros e manter o foco. O desenvolvimento pessoal muitas vezes está atrelado à maneira como lidamos com o fracasso e aproveitamos as oportunidades que surgem a partir dele. É preciso encará-lo menos como um sinal para desistir e mais como um degrau para o sucesso na busca por inovação, reinvenção e crescimento. Sigam em frente, inovadores!

Lilio Rocha é CRO da Samba, especialista em soluções digitais simples, inteligentes e eficazes que impactam significativamente os resultados, proporcionam vantagens competitivas e perpetuam com maturidade os clientes no mercado

 

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

COMO O CIDADÃO PODE SE PROTEGER DAS FAKE NEWS NAS ELEIÇÕES

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já disponibiliza aos cidadãos o Sistema de Alerta de Desinformação …

Facebook
Twitter
LinkedIn