CPqD INAUGURA HIPERESPAÇO PARA PROMOVER A INOVAÇÃO ABERTA

O CPqD acaba de inaugurar no Pólis de Tecnologia, em Campinas, as instalações do Hiperespaço, iniciativa voltada à comunidade empreendedora como startups e empresas criativas, qhiperespaco2ue agora passa a dispor de um espaço apropriado ao trabalho colaborativo e ao desenvolvimento de ideias inovadoras. O objetivo é promover a inovação aberta, estimulando o desenvolvimento de soluções para cidades inteligentes baseadas no conceito de Internet das Coisas (IoT).

O coordenador das ações em IoT do CPqD e responsável pela implantação do Hiperespaço, Flávio Andrade da Silva, disse que o novo espaço ocupa uma área de 80 metros quadrados e poderá ser compartilhado por empreendedores e por colaboradores do próprio CPqD, de outras empresas instaladas em seu Parque Tecnológico e na região. “É um ambiente descontraído que funcionará integrado ao ecossistema de inovação de Campinas, formado por renomadas universidades e instituições de ciência e tecnologia, além de empresas, aceleradoras, incubadoras, etc.”, explica.

A base dessa iniciativa é o Makerspace, conceito destinado à validação e concretização de ideias criativas, a partir da realização de provas de conceito que facilitam e agilizam sua transformação em produtos de escala, prontos para o mercado. Para isso, além de oferecer o novo espaço, o CPqD coloca à disposição dos empreendedores seu amplo leque de competências, atualmente reunidas em nove plataformas tecnológicas que envolvem Computação cognitiva, Computação avançada, Comunicações ópticas, Comunicações sem fio, Redes de dados, Sensoriamento, Segurança da informação e comunicação, Sistemas de energia e Sistemas eletrônicos embarcados, bem como recursos de sua infraestrutura de laboratórios, mentoria tecnológica, rede de parcerias e sua experiência e capacidade em desenvolver projetos com financiamento de diferentes fundos de fomento disponíveis no país.

O Hiperespaço conta com a adesão de parceiros apoiadores, que podem ampliar o leque de ferramentas disponíveis para os empreendedores. “No caso de aplicações para cidades inteligentes, o próprio Pólis de Tecnologia poderá funcionar como laboratório vivo desse conceito”, acrescenta Silva.

Os interessados em participar do Hiperespaço devem encaminhar suas ideias por intermédio do site da iniciativa no endereço hiperespaco.network, explicando os desafios para tirá-las do papel, ou evoluir um protótipo de produto já existente. Após a análise da proposta, o empreendedor será convidado a visitar o novo espaço e a participar de uma reunião na qual poderá detalhar sua ideia, dificuldades e os recursos necessários para transformá-la em realidade.

O CPqD é uma instituição independente, com foco na inovação em tecnologias da informação e comunicação (TICs). As soluções do CPqD são utilizadas por empresas e instituições no Brasil e no mercado internacional, em setores como comunicação e multimídia, utilities, financeiro, indústrias, administração pública e defesa e segurança. Atuando há 40 anos, o CPqD conta com mais de 1.200 profissionais altamente capacitados, reconhecidos por sua criatividade e comprometimento com elevados níveis de qualidade. Possui hoje o maior programa de P&D da América Latina na sua área de atuação e tem como objetivo contribuir para a competitividade do País e a inclusão digital da sociedade, levando ao mercado tecnologias de produto, sistemas de missão crítica, serviços tecnológicos e consultorias que beneficiam grandes e pequenas empresas, aumentando a eficiência desses negócios e alavancando o empreendedorismo no Brasil.

 

Foto: Hiperespaço do CPqD.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

BRASIL REGISTRA CRESCIMENTO DE TRABALHADORES COM ENSINO SUPERIOR COMPLETO NO MERCADO DE TRABALHO

Concluir uma faculdade nunca foi tão importante e essencial para se ter sucesso e estabilidade …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn