DIA DO EMPREENDEDORISMO FEMININO – MATERNIDADE É PONTO CHAVE PARA ABRIR O PRÓPRIO NEGÓCIO

Nasce uma mãe, nasce uma mulher empreendedora. É fato que o empreendedorismo feminino e materno tem conquistado cada vez mais espaço no cenário brasileiro. O Brasil é o sétimo país com o maior número de mulheres empreendedoras, segundo levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado com 49 nações.

Uma dessas empreendedoras é Fabiana Lario, franqueada da escola de inglês Beetools Jundiaí, que abriu o primeiro negócio durante a pandemia. “Eu atuei por 20 anos na indústria quando, em 2018, a empresa espanhola para qual eu trabalhava fechou no Brasil. Neste momento, pesando os prós e contras, entendi que era hora de procurar por algo que me desse maior autonomia após a maternidade”.

Fabiana, que é mãe do Miguel, de 07 anos, queria aproveitar para acompanhar de perto o desenvolvimento do filho. Mas a rotina dos cargos que exerceu era bem puxada. “Eu nunca pensei em empreender. O universo corporativo, para mim, era sinônimo de segurança. Mas, com a maternidade e com a experiência que só o tempo nós trás, entendi que era hora de arriscar e mudar”.

A sua procura por mais tempo e flexibilidade foi o que a fez repensar a carreira corporativa. Foi quando ela descobriu a startup Beetools, que tinha o mesmo objetivo que o dela. “O empreendedorismo tem que ter um propósito. Não é fazer por fazer. E eu acredito na educação como fator transformador de vida. Hoje empreendo em um mercado promissor, e o principal: no qual eu acredito que é possível também fazer a diferença para a sociedade”.

Ela conta que, por ser seu primeiro negócio, ainda está lidando com os desafios do empreendedorismo feminino. A escola inaugurou este mês e todo processo inicial exige um foco maior de Fabiana. “Estou me dedicando integral ao negócio neste começo, o que é natural de qualquer inauguração, e acabo passando menos tempo com meu filho. Mas eu sei que é questão de tempo e logo que tudo se adaptar, vou conquistar o que tanto almejo que é aproveitar muito mais com o pequeno e, ao mesmo tempo, comandando um negócio de sucesso”, finaliza.

A Beetools é uma startup de educação que nasceu em 2017, em Curitiba (PR), com o propósito de revolucionar o ensino de idiomas no Brasil e no mundo. Utilizando das melhores tecnologias de educomunicação como gamificação, inteligência artificial e realidade virtual, tem como foco ensinar inglês de verdade, respeitando o jeito e no tempo de cada aluno, com um curso personalizado, sem renunciar a relação entre professor e aluno em aulas presenciais ou digitais.

Em 2019 a empresa foi acelerada no Vale do Silício pela Singularity University, e em Boston pela Learn Launch, de onde nasceu a parceria com a ETS (English Test Center), dona dos exames TOEIC e TOEFL. No mesmo ano, aqui no Brasil, participou do programa de aceleração Scale-Up Endeavor, junto com as empresas que mais crescem no país.

A Beetools faz parte da AWS (Amazon Web Services) EdStart, um programa internacional de aceleração de EdTechs, e é uma das 100 Startups to Watch 2020, para o Pequenas Empresas & Grandes Negócios e a Época Negócios.

 

Foto: Fabiana Lario, franqueada da unidade de Jundiaí.

Crédito: Divulgação.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ZURICH NO BRASIL ANUNCIA NOVO DIRETOR DE PERSONAL LINES

O executivo Rafael Ramalho é o novo diretor de Personal Lines da Zurich no Brasil, …

Facebook
Twitter
LinkedIn