DIA MUNDIAL DA SEGURANÇA DO PACIENTE ENTRA NO CALENDÁRIO PELA PRIMEIRA VEZ

Em 17 de setembro é lembrado pela primeira vez o Dia Mundial da Segurança do Paciente. A data foi definida na 72ª Assembleia Mundial da Saúde, ocorrida em maio último, em Genebra, na Suíça, quando mais de 4000 delegados dos 194 países que compõem a Organização Mundial da Saúde (OMS) trataram dos principais problemas deste segmento no mundo.

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o objetivo é mobilizar pacientes, profissionais de saúde, formuladores de políticas, pesquisadores, redes profissionais e o setor de saúde para defender a segurança do paciente.

O Hospital Vera Cruz, que busca a excelência em todos os seus processos e relacionamentos, vai chamar a atenção de Campinas para a causa iluminando a fachada de sua sede, voltada para a Rua 11 de Agosto, no Centro, de laranja, cor escolhida para alertar a população sobre a campanha. Além disso, cartazes e folders específicos para o evento elucidarão sobre o assunto, médicos e colaboradores de departamentos estratégicos vestirão uma camiseta na tonalidade, além dos pacientes e visitantes serem agraciados com um pedaço de bolo de cenoura. “O Dia da Segurança do Paciente é todo dia. Nós focamos no nosso público todo o tempo para que tenha tranquilidade, usufrua dos melhores equipamentos e receba a melhor abordagem dos profissionais treinados. A criação deste dia é um importante alerta à sociedade, que deve reconhecer as instituições que se preocupam com a assistência à saúde”, observa o diretor presidente do Hospital Vera Cruz, Erickson Blun.

Selo de alta performance da UTI

O Selo Top Performer conquistado este ano pela 3ª vez consecutiva pelo Hospital Vera Cruz atesta o princípio da instituição em oferecer o que há de melhor ao paciente. A certificação, concebida pelo Sistema Epimed Monitor – que avalia mais de 800 unidades na América do Sul –, foi compartilhada somente com outras mais 106 Unidades de Terapia Intensiva no continente.

O Epimed promove o gerenciamento clínico e epidemiológico dos doentes críticos internados com o objetivo de promover melhorias na eficiência do atendimento e segurança do paciente. Criado por médicos intensivistas em 2008, o Sistema Epimed é referenciado pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB); pelo Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), da Microsoft, e pelo Instituto Brasileiro de Segurança do Paciente (IBSP). “Uma UTI deve apresentar qualidade inequívoca, promover segurança e evitar o ‘evitável’. Rotinas, checklists diários e outros cuidados contribuem para que os processos sejam executados e gerenciados com bons resultados, inibindo os indesejáveis eventos adversos. UTIs com estas características garantem sustentabilidade e zelo aos pacientes de alta gravidade e complexidade”, afirma o coordenador médico da UTI adulto do Vera Cruz, Dr. Ronaldo Padovani.

Questões decisivas

Em outra iniciativa de cuidado e atenção ao paciente, o Pronto Socorro do Hospital Vera Cruz apresenta plantão 24 horas de especialistas em neurologia e cardiologia, profissionais decisivos no diagnóstico e tratamento de ataque cardíaco e derrame.

Tantas ações de vanguarda tornam o Hospital Vera Cruz – que tem 75 anos de existência – reconhecido pela qualidade de seus serviços, capacidade tecnológica, equipe de médicos renomados e por oferecer um atendimento que valoriza a vida em primeiro lugar.

Um dos reconhecimentos que recebeu foi a certificação máxima de boas práticas em assistência hospitalar e domiciliar pelo 10º ano consecutivo na recente premiação 3M Medical, que abrange 112 hospitais em todo o País.

E em dezembro de 2018, o Hospital Vera Cruz conquistou a certificação da ONA (Organização Nacional de Acreditação) com o nível máximo: “Acreditado com Excelência”. Só recebem essa categoria de avaliação os serviços de saúde que atingem um padrão aprimorado de atendimento e trabalho, com interação de processos e bons resultados em todas as áreas da organização.

O Vera Cruz dispõe de 170 leitos distribuídos em diferentes unidades de internação, em acomodação individual (apartamento) ou coletiva (dois leitos) e UTIs e maternidade. Em torno de 1,5 mil médicos estão cadastrados na instituição nas mais diversas atuações.

O Hospital conta também com setores de Quimioterapia, Hemodinâmica, Câmara Hiperbárica Monoplace, Cirurgia Robótica, Radiologia (incluindo tomografia, ressonância magnética, densitometria óssea, ultrassonografia e Raio X), Centro de Trauma e laboratório com o selo de qualidade Fleury Medicina e Saúde.

Em outubro de 2017, a Hospital Care tornou-se parceira do Vera Cruz tendo 65% das ações. Os outros 35% se mantém com 115 médicos acionistas. Em quase dois anos, a aliança registra importante avanço na prestação de serviços gerado por investimentos em inovação e tecnologia. Em médio prazo, o grupo prevê expansão no atendimento com a criação de dois novos prédios erguidos na frente e ao lado do hospital, totalizando 17 mil m2 de áreas construídas a mais.

Há mais de 30 anos, o Vera Cruz inaugurou e mantém a Fundação Roberto Rocha Brito, referência em treinamentos e cursos de saúde na Região Metropolitana de Campinas, tanto para profissionais do setor, quanto para leigos, e é uma unidade credenciada da American Heart Association.

 

Foto 1 – Ambulância conduzindo paciente ao Hospital Vera Cruz.

Foto 2 – Diretor presidente do Hospital Vera Cruz, Erickson Blun.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

EMPREENDEDOR TRANSFORMA PERSONAGEM ROBÓTICO EM FERRAMENTA DE ATIVAÇÃO DE MARCAS

Empreender é transformar um sonho em realidade e impactar positivamente na vida das pessoas. E …

Facebook
Twitter
LinkedIn