DONOS DE ESCOLAS APOSTAM EM ATIVIDADES DE CONTRATURNO PARA AUMENTAREM RENTALIDADE

aulas-pre-teensO atual cenário econômico do país tem feito muitos pais refletirem sobre o investimento na educação dos seus filhos. Para diminuir a evasão de alunos da escola particular, mantenedores buscam cada vez mais diferenciais em sua grade extracurricular. Uma estratégia que está sendo adotada para manter matriculados e aumentar a rentabilidade nos colégios é o investimento em atividades no contraturno. Elas são feitas através de parcerias com marcas que complementam o ensino e desenvolvem competências que preparam crianças e adolescentes  para os desafios da vida.

Apostando nessa tendência, a You In School English, curso de inglês, tem um modelo diferenciado de negócio em sistema de franquia. No contraturno escolar, dentro do colégio frequentado regularmente pelo aluno, oferece aulas 100% em inglês que estão completamente alinhadas ao calendário de ensino do colégio. Com carga de cinco horas semanais, a criança, que pode iniciar os estudos de inglês a partir de dois anos, não precisa sair da escola para aprender o segundo idioma com desenvoltura e fluência.

Em Campinas a You já está presente em quatro escolas particulares: no Anglo Center Ville, Anglo Taquaral, Objetivo Barão Geraldo e Colégio Progresso, no Cambuí. Na região de Campinas no colégio Polo Educacional, em Indaiatuba e no Colégio Clemente Pavan em Hortolândia. Em Jundiaí, a You está presente no Colégio Objetivo.

SONY DSC

Segundo a diretora de Negócios da You, Juliana Paiva Bove, a You tem uma unidade própria em Santos, que serve como uma unidade pra estruturar e executar novos negócios e 11 unidades franqueadas. A estratégia é chegar ao final de 2016 com 20 unidades. No planejamento estratégico da You para 2017 o objetivo é triplicar o número de unidades com expansão para as regiões sudeste, sul e nordeste.

Juliana Paiva Bove disse que os franqueados são os próprios mantenedores das escolas. O investimento varia entre R$ 30 mil e R$ 33 mil incluindo a taxa de franquia que é de R$ 20 mil incluindo manuais e treinamento inicial. O restante do investimento é para criar uma sala multiuso da You e ambientar o colégio para identificar o curso. O franqueado paga mensalmente 10%  sobe o faturamento bruto que corresponde a 8% de Royalties e 2% de fundo de propaganda. “Nós fornecemos toda a parte  de acompanhamento e suporte ao franqueado de gestão pedagógica, que é o acompanhamento dos professores e coordenadores e também a parte de gestão , que são ações de marketing, período de captação de matrícula e rematrícula dos alunos que já estejam na You. Tudo isso a gente assessora o franqueado”, diz.

Uma escola de médio porte pode obter um lucro líquido anual de aproximadamente R$ 648 mil. Juliana explica que a margem de lucro para o mantenedor varia de 35% a 40% e o custo é mínimo, inclui apenas o investimento em professor e coordenador, já que o modelo de negócio utiliza espaços ociosos dentro do colégio. “O nosso modelo de curso de inglês é diferenciado e voltado para crianças e adolescentes, então a gente fala que é um inglês que traz uma bagagem pedagoga também. Durante duas horas e meia a gente trabalha o plano de aula, que é a rotina que aquela criança vai ter muito similar a uma rotina de um colégio, então ela vai começar primeiro com a roda de conversa, depois vai ter uma contação de estória e em seguida uma aula de educação física. Ela vai aprender o inglês por meio de vivências reais”, explica.projetos-especiais_culinaria

Para Juliana Paiva quando uma escola regular passa a inserir o ensino de língua terceirizado por uma marca especializada em horário ocioso, ela agrega mais valor ao negócio da educação. “Além de aumentar a rentabilidade, por conquistar mensalidades extras ligadas ao curso, a escola passa a oferecer mais comodidade aos pais, isso contribui diretamente para a escolha e rematrícula, afinal eles encontram em um único local as atividades necessárias para o desenvolvimento completo dos filhos”, finaliza.

Para o diretor do colégio Anglo Taquaral, em Campinas, Diógenes Silva, os benefícios para a escola vão além do aprimoramento da proficiência em inglês dos alunos. “Financeiramente, uma atividade como esta no contraturno traz somente pontos positivos. Atualmente, as escolas estão buscando complementar o seu currículo gerando diferenciais que fidelizem mais os alunos, ao mesmo tempo em que obtém resultados financeiros mais robustos. Além dos pais estarem muito satisfeitos por acompanharem os filhos adquirindo um segundo idioma, há uma rentabilidade extra para nosso negócio. Aproveitamos locais e horários ociosos para gerar mais receita para o colégio”, explica.

 

Fotos 1 a 3: Crianças e adolescentes em aprendizado de inglês na You.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

O PAPEL DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NA MODERNIZAÇÃO DAS SOLUÇÕES FINANCEIRAS

ARTIGO DE VOLMAR MACHADO A transformação digital do mercado financeiro já é uma realidade. Vivemos …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn