ECONOMISTA ORIENTA SOBRE OPÇÕES DE INVESTIMENTOS

Conseguir guardar dinheiro é um anseio de todo trabalhador, seja qual
for a sua atividade profissional. No entanto, manter regularidade e disciplina
para fugir das tentações e driblar o impulso do consumo é uma conquista de
poucos. Atualmente com uma situação de pleno emprego, no qual as pessoas já
conseguem guardar algum dinheiro surge a possibilidade de investir no mercado.
O economista, Diego Ramiro, da Miura Investimentos destaca que o brasileiro é
muito ligado no consumo e não possui uma de poupar.  “Muitas pessoas
acabam comprando produtos sem pensar que uma boa economia neste momento poderia
fazer o dinheiro render”, sugere.

O economista aponta algumas dicas de como pequenas contenções podem
fazer a diferença quando o assunto é investimento. “Um bom começo é
realizar aportes acanhados todo mês em um dos vários tipos de investimentos;
fazer isso mensal e conscientemente é a melhor estratégia”, garante Ramiro.

Segundo ele, a principal medida para fazer o dinheiro render é ter
disciplina e tratar os investimentos de maneira séria, acompanhando de perto,
ou através de empresas que façam este trabalho. “Muitas vezes, o investidor
deixa seus investimentos de lado esperando que algo mágico aconteça. Por isso,
pequenas economias no dia a dia fazem total diferença neste processo”,
acrescenta.

Entre os investimentos existentes quatro podem ser destacados como os
fundos imobiliários, títulos públicos, fundos multimercados e bolsa de valores.
”As pessoas acreditam que investir é coisa para rico e que precisa de muito
dinheiro para investir”, diz.

Diego Ramiro destaca que com a alta recente dos imóveis e com a
possibilidade de ganhar alugueis com rentabilidade acima do mercado, a
modalidade de investimento de fundos imobiliários se torna uma opção bastante
atraente. “Ninguém sabe que uma cota de fundo imobiliário pode custar entre R$
117,00 e R$ 125,00. Com R$ 125,00 mensal você pode ser dono de um imóvel
alugado pelo Banco do Brasil”, comenta.

No caso de Títulos públicos atrelados a inflação a pessoa pode montar
uma carteira de investimentos com títulos públicos, principalmente as NTN-B
atreladas à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), é um
cenário bem atrativo para quem busca alternativa ao CDB (Certificados
de Depósitos Bancários), uma vez que, quanto mais alta a inflação, mais estes títulos rendem.
O interessante neste tipo de aplicação é possuir visão de longo prazo. “Hoje
guardar R$ 33,00 de seu orçamento para comprar um título público qualquer
pessoa da classe B e C, principalmente, consegue fazer isso”, destaca.

Em um cenário de redução de juros, muitos bancos e instituições
financeiras possuem fundos multimercados com rendimentos bem acima da média. “O
interessante é pesquisar e aplicar naqueles que atendam seu perfil. Fique de
olho na taxa de administração dos fundos, pois existem bancos que oferecem o
mesmo produto com taxas bem menores, o que faz seu dinheiro render mais”,
alerta.

Investir na bolsa pode ser uma forma muito lucrativa para aqueles
investidores que aceitam um pouco mais de risco, com a expectativa da retomada
do crescimento e com a melhora do cenário internacional. De acordo com o
economista, nos Estados Unidos, 48,2% da população investe em Bolsa. No Brasil,
apenas 0,03% da população aplica na Bolsa. “Investir em empresas brasileiras,
através de uma carteira de ações, pode alavancar o rendimento este ano”,
comenta. 

A Miura Investimentos é uma empresa que atua na captação de novos
investidores e envio de ordens no mercado de ações. Credenciada pela CVM
(Comissão de Valores Imobiliários), opera por meio do Ágora CTVM, intermediando
as operações de seus clientes nas mais variadas modalidades de renda variável
da BM&FBovespa e de renda fixa através de fundos de investimentos. Os
sócios são economistas com sólida formação na área financeira e contam com uma
equipe de profissionais altamente qualificados.  
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ DO BRASIL PROMOVE WORKSHOP GRATUITO SOBRE SEGURANÇA EM ROBÔ COLABORATIVO EM SÃO PAULO

A multinacional alemã fabricante de produtos para as áreas de segurança e automação industrial, Pilz …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn