ENTIDADE DEFENDE ÉTICA E RESPONSABILIDADE NA PUBLICIDADE

O fortalecimento de mercados locais, o lançamento
de uma premiação para agências de comunicação e as parcerias com outras
entidades foram alguns dos temas abordados por Luiz Lara, presidente da
Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap), durante reunião
nacional da entidade ocorrida na semana passada em Gramado, no Rio Grande do
Sul. As novidades foram tratadas com os presidentes da Abap em dez Estados.

Para fortalecer e incentivar o mercado, a Abap, em
parceria inédita com a Great Place to Work, lançou a premiação Melhores
Agências de Comunicação para Trabalhar 2012. Segundo Lara, é uma oportunidade
única para o mercado e as agências, na medida em que elas podem se conhecer
mais a fundo através da opinião de seus colaboradores. “Os dirigentes das
agências terão acesso às avaliações que suas empresas receberam e isso ajuda a
entender o que pode melhorar”, afirma. Além disso, segundo o presidente, a
premiação valoriza o capital humano das agências. As inscrições estão abertas
até o dia 30 de novembro pelo site www.gptw.com.br/melhores/inscricao e a lista das dez premiadas será
divulgada em 18 de março de 2013.

Outra iniciativa citada por Lara diz respeito à
parceria com o Instituto Verificador de Circulação (IVC) em que agências com
faturamento de até seis milhões de reais ao ano, associadas a Abap, terão 50%
de desconto na associação ao IVC para uso dos serviços de auditoria. “É mais um
meio de empoderar os mercados locais, já que possuindo informações sobre
audiência e circulação de mídias impressas e online, as agências podem
estabelecer melhores estratégias de atuação”, reforça Lara.
Os resultados das discussões do V Congresso da
Indústria da Comunicação também foram abordados por Lara. “Já temos reuniões
marcadas para iniciar a implementação das teses propostas durante o Congresso e
uma delas já virou um projeto de lei”, comemora, referindo-se à questão do
marketing direto. Em outubro, nova reunião acontecerá e os resultados concretos
obtidos serão apresentados, bem como os anais do Congresso.

O presidente da Abap ainda comentou sobre o sucesso
da campanha Somos Todos Responsáveis, que tem o objetivo de reafirmar a posição
de que proibir a publicidade voltada ao público infantil não é a melhor solução
contra o consumismo. “Na era digital é impossível proibir os apelos da
publicidade, já que as crianças tem acesso à informação em todo o lugar. A
publicidade é só um pedaço da mídia”, diz Lara. Para ele, o mais importante é
dialogar com a sociedade e evoluir no conteúdo das mensagens publicitárias.
“Temos que defender a publicidade com conteúdo ético e criativo”, finaliza.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

HÁ DIFERENÇA ENTRE PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE DE DOENÇAS?

Inúmeras enfermidades importantes podem ser evitadas com prevenção. E o antecipar-se a problemas de saúde …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn