FERIADO: UM INIMIGO DAS VENDAS?

ARTIGO DO CONSULTOR ROBERTO VILELA

Com o primeiro trimestre do ano encerrando, muitos profissionais e gestores de vendas já começam a visualizar os resultados que poderão alcançar até o fim do ano. E além de eventos periódicos como Copa do Mundo e Eleições, diversos feriados que cairão em dias úteis surgem como desafios para atingir as metas.Mega 151007 Roberto Vilela (Crédito Daniel Zimmermann)

No entanto, o consultor empresarial Roberto Vilela destaca que estes períodos não são apenas inimigos para as vendas. “Ter menos tempo de trabalho é difícil para qualquer profissional. No entanto, se houver um planejamento antecipado, essas datas deixarão de ser um empecilho e se tornam oportunidades de melhoria nas vendas”, destaca.

Roberto lista quatro atitudes que irão auxiliar os profissionais a não deixarem os feriados atrapalharem suas performances:

Gestão do tempo

Se o período de trabalho é mais curto, não dá para perder nenhum minuto com o que não é importante. “A chave para isso é ter foco. Antes de começar o dia, verifique na agenda os compromissos, elenque as atividades prioritárias e veja como pode se organizar para otimizar as tarefas entre uma reunião e outra. Muitas vezes aquele período na sala de espera é o necessário para uma prospecção”, destaca o consultor.

Abordagens temáticas

Esta é uma ação já clássica na área de vendas. Datas comemorativas pedem promoções especiais e é fundamental que gestores e equipes pensem juntos nelas. Pode ser um desconto para determinado produto, um brinde relacionado à data ou mesmo um prazo maior de pagamento.

Quanto antes melhor

Roberto reforça que não adianta esperar o fim do mês para tentar bater a meta. “Não economize energia só porque o período está começando. Tenha foco do início ao fim do período e quanto antes atingir o objetivo proposto, melhor. Assim sobra tempo para planejar e organizar a rotina e até mesmo aumentar o incide de vendas, garantindo uma folga para o mês seguinte”, comenta.

Acompanhamento periódico

Por fim, o consultor aconselha que as metas não devem ser apenas revisadas ao fim do ano. “Elas precisam ser acompanhadas periodicamente e em casos mais críticos, semana a semana. Na época de feriados, é importante verificar o impacto de cada data assim que ela tiver passado para que haja tempo hábil de recuperação do resultado”, conclui.

Especialista nas áreas de gestão e estratégias comerciais, Roberto Vilela é diretor da Mega Empresarial. A empresa tem 17 anos de experiência e atua em todo o Brasil com clientes de médio e grande porte, com serviços de headhunting, consultoria comercial, treinamentos vivenciais e palestras. É também autor do livro Em Busca do Ritmo Perfeito, em que traça um paralelo entre as lições que vivenciou no mundo das corridas e o dia a dia nos negócios.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

COM ESTRATÉGIA E ADAPTAÇÃO, SICREDI GARANTE CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES NA PANDEMIA

O avanço da vacinação contra a Covid-19 e o retorno parcial de aulas presenciais ou …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn