FUSÃO DE EMPRESAS NACIONAIS ESPECIALIZADAS EM SOFTWARES DE GESTÃO DA ÁREA DE SAÚDE CRIAM A VISTO SISTEMAS

A VM System, de Campinas e a Callisto Sistemas Inteligentes, de Florianópolis (SC), empresas nacionais especializadas em softwares para a gestão da cadeia de fornecimento dreunião da equipe da 20160808_152337a área de saúde, acabam de concluir uma fusão de seus negócios, resultando na criação da Visto Sistemas. Com faturamento anual de R$ 15 milhões, mais de 130 colaboradores e uma carteira com aproximadamente 600 clientes, a Visto Sistemas nasce como líder nacional em seu segmento de mercado. O nome Visto é resultado de um longo trabalho de “branding” feito em parceria com a agência Portal Publicidade, de Campinas. A marca representa vistoria, checagem, segurança e rastreabilidade. Além disso, é uma junção dos nomes VM e Callisto.

Com um novo conceito de gestão, a companhia substituirá a administração hierarquizada por um Comitê Gestor em formato matricial, com quatro fundadores das duas empresas. Este modelo tem como objetivo proporcionar efetiva integração das operações, sinergia dos negócios e respeito a cultura de seus colaboradores e clientes. Um dos principais objetivos da Visto Sistemas, que continuará operando com suas duas unidades, de Campinas e Florianópolis, é melhorar ainda mais a tecnologia e a inteligência na entrega dos produtos para seus clientes, atendendo a todas as normas regulatórias da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

O diretovisto dois 20160728_100852r da Visto, Manoel Benoni, disse que a holding Visto Sistemas terá sede em Florianópolis e será proprietária das duas empresas a VM System e a Callisto Sistemas Inteligentes.  “Quando a gent4e resolveu fazer essa fusão foi porque nós tivemos uma sinergia muito forte e essa sinergia foi  em que nós temos produtos parecidos, mas também eles se complementam em muitas coisas para atender o mesmo público e representa ainda a união de duas cidades com DNA tecnológico”, diz.

Manoel Benoni disse ainda que os clientes de cada uma das empresas continuam sendo atendidos de forma separada. “Todo o compromisso assumido com esses clientes vai continuar só que com bases muito mais sólidas, com uma estrutura muit maior para poder atendê-los. Hoje vamos começar a fazer desenvolvimento em camadas para poder atender os dois sistemas, tanto Callisto quanto VM System e dar continuidade no avanço tecnológico das ferramentas atendendo toda a base legal do governo e os regulatórios da Anvisa. Futuramente estamos com um projeto para desenvolver uma ferramenta única”, explica.

Com o aumento das exigências regulatórias da Anvisa, as empresas que atuam na fabricação, distribuição, prestação de serviços e importação de materiais e equipamentos médicos, incluindo as especializadas em OPME (Órteses, Próteses e Materiais Especiais), vão precisar cada vez mais de soluções que suportem a gestão e proporcionem segurança no atendimento da legislação. “O software específico nosso faz toda a parte do controle de OPME. Hoje as empresas e OPME são responsáveis em faz toda a rastreabilidade de uma cirurgia, então hoje quando você implanta em um paciente qualquer produto nosso software começa desde o agendamento da cirurgia até o faturamento, ou seja, até o final do processo mantendo uma rastreabilidade do paciente, do médico que operou, qual que oi o produto utilizado no paciente, qual oi o lote desse produto, quem foi o fornecedor, então a gente tem todo o controle para dar segurança. Amanhã, vamos supor, que o médico precise saber o que foi usado nesse paciente  quando ele foi operado a gente tem todos esses dados”, detalha.

Somadas as operações da VM System e a Callisto, a Visto Sistema nasce com números robustos: são cerca de 3 milhões de cirurgias controladas, 900 mil registros Anvisa de produtos e 100 milhões de itens rastreados. A expansão da Visto Sistemas se dará pela união dos esforços comerciais das duas empresas e o lançamento de uma nova geração de sistemas a partir de 2017, voltados à computação na nuvem e à disseminação de aplicativos móveis.

 

Foto 1 – Reunião da equipe de Trabalho da Visto Sistemas.

Foto  – Paulo Velasco e Manoel Benoni, diretores da Visto Sistemas

Crédito: Divulgação.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

A PRIMEIRA MÁQUINA DE CORTE A LASER TRUMPF DE 12 kW ESTÁ EM OPERAÇÃO NO BRASIL

O Brasil está entre os países que já receberam a nova máquina de corte a …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn