GRUPO SOLUM ANUNCIA A CHEGADA DE NOVOS EXECUTIVOS

O Grupo Solum, holding que conecta pequenas e médias empresas a investidores, está aumentando seu quadro de executivos neste início de 2021. O objetivo dos sócios é fortalecer o time e estruturar a empresa para o crescimento, criando as condições para ampliar sua atuação e trazer mais soluções para o mercado de ativos alternativos no Brasil.

Bernardo Martins assume como Head de Educação do grupo. O novo sócio ficará responsável pela gestão do curso Além da Bolsa, lançado em 2020 com o objetivo de ensinar sobre investimentos em ativos alternativos, em especial participações em empresas privadas. Anteriormente, Martins era CEO do Stoodi, que oferece produtos educacionais digitais, incluindo curso online preparatório para o Enem. A “edtech” é controlada pela Cogna, maior empresa de educação do país. O executivo planeja uma série de novidades para desenvolver a vertical de Educação, como o aprimoramento do curso que já existe, a expansão de conteúdos e ampliação dos canais de distribuição. “A oportunidade nesse segmento é enorme, ainda são poucos os cursos sobre ativos alternativos, e promover um maior acesso ao conhecimento sobre o tema, em uma casa com DNA nesse mercado, é bastante motivador”, avalia.

A aposta na área de educação acontece depois da conquista de um executivo de peso para tocar a área de operações do Grupo Solum. No final do ano passado, Guilherme Weber se tornou sócio e  Diretor de Operações (COO), e já começou um planejamento audacioso para preparar a empresa para crescer de forma estruturada. Weber acumula quatro anos de experiência no banco Merill Lynch e outros 16 anos no Barclays Brasil, onde foi COO/CIO.

A terceira  iniciativa foi colocar um dos sócios mais relevantes, e também fundador do Grupo Solum, à frente de um dos principais motores de crescimento da empresa. Depois de estruturar a área de operações, Alexandre Amitay, assumiu o cargo de Head da área comercial B2B. “Temos uma forte cultura de formar profissionais com excelência dentro de casa. Porém, com a velocidade de crescimento do negócio precisamos trazer executivos experientes e renomados para suportar essa aceleração. Apostamos que o mercado de ativos alternativos crescerá muito nos próximos anos e, por isso, temos que estar bem preparados. Nosso foco permanecerá em atrair investidores do Brasil todo, não só da região Sudeste”, afirma Rodrigo Fiszman, CEO do Grupo Solum.

O Grupo Solum é uma holding que reúne três verticais de negócios com um mesmo propósito: conectar pequenas e médias empresas (PMEs) e investidores, contribuindo para o desenvolvimento da indústria de Private Equity e Venture Capital no Brasil.

A primeira vertical é a gestora SolumVC, que ano passado anunciou o lançamento de um Fundo de Investimento em Participações (FIP) focado em PMEs. A segunda iniciada em 2020, é o curso Além da Bolsa, braço de educação do grupo, que ensina sobre como investir em ativos alternativos, em especial participações de empresas privadas. Por último, a beegin é uma plataforma de soluções e serviços, que chega para democratizar o acesso a investimentos de participações de PMEs com muito potencial de crescimento.

O Grupo foi fundado pelos sócios Rodrigo Fiszman e Patricia Stille (ex-sócios da XP), Pedro Janot (ex-CEO e cofundador da Azul Linhas Aéreas) e Alexandre Amitay (ex-consultor da Bain&Co).

 

Foto 1 – Bernardo Martins, Head de Educação do Grupo Solum.

Foto 2 – Guilherme Weber, sócio e  Diretor de Operações (COO)  do Grupo Solum.

Foto 3 – Alexandre Amitay, Head da área comercial B2B do Grupo Solum.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

FASE VERMELHA PODE QUEBRAR VÁRIOS MODELOS DE NEGÓCIOS

A volta de Campinas (SP) à fase vermelha, a mais restritiva do Plano SP, por …

Facebook
Twitter
LinkedIn