HONDA COMEMORA 20 ANOS DE FÁBRICA EM SUMARÉ E LANÇA WR-V

A primeira fábrica da Honda Automóveis do Brasil em Sumaré (SP) completa em 2017, 20 anos. Localizada em um terreno de 1,7 milhão m², a unidade conta com 225 mil m² de área construída. Além de todo o processo de fabricação de veículos, a planta concentra a unidade Power Train, responsável pela fabricação de motores e transmissões e que possui dois dos principais processos, fu2D8A9005bndição e usinagem; além do Centro de Pesquisa & Desenvolvimento, um dos principais fora do eixo Japão/Estados Unidos. Em 2016 foi inaugurado o novo departamento de montagem de motores com um investimento de R$ 17 milhões. Atualmente, a capacidade da planta de Sumaré é de 540 carros/dia e se aproxima da produção de 1,6 milhão de automóveis no Brasil. Para marcar os 20 anos da fábrica da Honda no Brasil a empresa lançou nesta sexta feira (24/03) para venda em todo o país o WR-V, que vem para complementar a família de utilitários esportivos da Honda, composta pelos modelos HR-V e CR-V. O veículo foi totalmente desenvolvido pela equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Honda Automóveis no Brasil, baseado em pesquisas sobre as demandas dos consumidores regionais e é o primeiro veículo com tecnologia totalmente brasileira desenvolvida fora da filial dos Estados Unidos e da Matriz no Japão. O novo veículo está sendo produzido na fábrica de Sumaré (SP), juntamente com Civic, HR-V, City e Fit.

História

A fábr2D8A0524bica de Sumaré começou em 1997 com uma produção de 20 unidades diárias do modelo Honda Civic e 400 funcionários. Após seis anos produzindo apenas o Civic, a empresa deu início, em 2003, à produção do Honda Fit, que se tornou um sucesso de vendas, assumindo a liderança de sua categoria.  Em 2009, foi a vez de o City passar a ser fabricado no País.  Já em 2015, o Honda HR-V chegou ao Brasil, reunindo os pontos fortes de carros de diversos segmentos. Ele conquistou a liderança entre os demais modelos da marca e se tornou o SUV mais vendido do Brasil. O ano de 2016 marcou o lançamento do Novo Civic Geração 10 no mercado nacional, após a maior e mais extensa renovação do modelo em toda sua história, que resultou na criação de um automóvel mais sofisticado, espaçoso, seguro e tecnológico, com eficiência e desempenho. Os modelos importados CR-V, Accord e Civic Si Coupé também fazem parte da linha comercializada no Brasil.

Em 2015, a fábrica de Sumaré bateu recorde na produção de 148 mil veículos, alcançado com horas extras e em dois turnos de produção. A capacidade da fábrica é de 120 AAA_9072bmil veículos/ano. O vice presidente industrial da Honda Automóveis do Brasil, Carlos Eigi, disse que no ano passado a montadora teve uma queda de 20% com a produção de 122 mil veículos. Mesmo com  a crise econômica a Honda não promoveu demissões em seu quadro de pessoal diferentemente das demais montadoras do país e emprega cerca de 3 mil pessoas.

Em 2015 foi concluída a segunda fábrica da Honda Automóveis do Brasil na cidade de Itirapina (SP), na região de São Carlos, com capacidade de produção de 120 mil veículos/ano, no entanto a crise econômica adiou a entrada em operação da unidade que deveria ter sido inaugurada no final de 2015. “A fábrica está completa. Totalmente pronta com estamparia, solda, pintura e linha de produção. Hoje nós temos lá 35 pessoas incumbidas de manter a manutenção dos equipamentos e das nossas instalações. Essa equipe faz o equipamento circular evitando a estagnação do maquinário. Esperamos uma melhora da eAAA_0111conomia e uma retomada do setor para que possamos colocar a fábrica em funcionamento, mesmo assim caso colocássemos a fábrica em operação para nós podermos selecionar 800 pessoas para trabalhar pelo menos em um turno dentro da fábrica nós precisaríamos de no mínimo 4 a 5 meses para a seleção e mais 6 meses para treinamento”, explica Carlos Eigi.

A planta de Itirapina é fruto de um investimento de R$ 1 bilhão da Honda. A unidade é quatro vezes maior que a unidade de Sumaré com 5,8 milhões de m² Sumaré atende a atual demanda de mercado da marca.

O novo modelo e quinto carro produzido no Brasil o inédito SUV compacto WR-V que chegou nesta sexta feira ao mercado em duas versões, EX e EXL, trazem configurações de equipamentos que combinam segurança, tecnologia, versatilidade e conforto à proposta inédita do SUV compacto.

O novo SUV compacto da Honda teve seu projeto liderado pela equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Honda Automóveis do Brasil. “O projeto nasceu aqui com o nosso pessoal de pesquisa e desenvolvimento. Esse é o primeiro veículo desenvolvido pelo nosso pessoal”, diz.AAA_9828

A Honda desenvolveu duas versões para seu novo SUV compacto. Em ambas, a marca trouxe como proposta oferecer um modelo com muito conforto, tecnologia e versatilidade, além de segurança.

Externamente, as duas versões trazem o mesmo visual robusto e esportivo, desenvolvido com base no conceito “Wild Armor”, criado especificamente para esse modelo.  Ele é refletido em uma frente elevada, marcante e com grade frontal com acabamento em black piano que evoca a linha de SUV da Honda, faróis com luzes de uso diurno (DRL) em LED, além dos projetores de neblina que são de série em ambas as configurações.

Nos últimos dois anos o Market Share da companhia no Brasil é de 6,2%. “Nós estamos mantendo o mesmo nível de Market Share há 2 anos, mesmo com o mercado em retração. Com o lançamento do WR-V, no mínimo nós queremos  manter o nosso Market Share, se a gente conseguir abocanhar uma fatia um pouco maior, será ótimo”, finaliza Eigi.

Fotos 1 e 2 – Novo SUV compacto da Honda WR-V.

Fotos 3, 4 e 5 – Linha de montagem de veículos na fábrica da Honda Automóveis em Sumaré (SP).

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ DO BRASIL FORNECE AO MERCADO NACIONAL O PSSUNIVERSAL E O PSSUNIVERSAL 2 – MÓDULOS DE COMUNICAÇÃO PARA SISTEMAS

A multinacional alemã, Pilz do Brasil, líder em sistemas de automação e em soluções de …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn