HORTOLÂNDIA QUER RETOMAR PARCERIAS FEDERAIS PARA AGILIZAR OBRAS PARADAS

A Prefeitura de Hortolândia (SP) trabalha para reativar acordos de transferência de recursos financeiros junto ao governo federal para retomar diversas obras e projetos paralisados. Os convênios foram suspensos pela Administração passada nos últimos meses de governo. Com isso, o município deixa de receber investimentos de cerca de R$ 68,2 milhões, necessários para conclusão de 11 obras ou projetos.Campo society Adelaide

Para retomar essas obras e projetos que estão paralisados, a Prefeitura precisa incluir no orçamento deste ano cerca de R$ 5 milhões, referentes a contrapartidas (repasses financeiros que cabem à Prefeitura) no acordo feito com o governo federal.

Entre as obras e projetos paralisados por causa da suspensão dos convênios, que resultou no bloqueio do repasse de recursos financeiros para o município, estão o campo de futebol society, no Jardim Adelaide, o Centro de Iniciação ao Esporte, no Jardim Amanda, a expansão do sistema de videomonitoramento para garantir mais segurança em vias públicas e a instalação de um PEV (Ponto de Entrega Voluntária de Entulhos).

De acordo com a diretora do Departamento de Convênios Silvia Millaré, a nova Administração já toma as medidas necessárias para repactuar as parcerias financeiras com o governo federal e garantir que os benefícios cheguem à população.  “As obras e projetos estão parados desde ano passado porque faltou planejamento do governo anterior. Estamos avaliando as pendências dos acordos firmados e organizando o orçamento para incluir os valores que devem ser repassados ao governo federal pela Prefeitura. Queremos garantir que os benefícios cheguem mais rápido à população”, disse Silvia.

Apesar de todos os problemas enfrentados na área da Saúde, a administração passada também cancelou o convênio com o governo federal para ampliação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal Mário Covas, parceria que garantiria recursos financeiros no valor de R$ 250 mil para execução do projeto. O convênio foi firmado em novembro de 2014 e cancelado no dia 31 de dezembro do ano passado. “Infelizmente, a atual administração não conseguiu reativar essa parceria com o governo federal, que garantiria um serviço tão importante para a população que utiliza o hospital municipal”, explicou Silvia.

Foto: Campo de futebol society, no Jardim Adelaide.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ESPECIALISTA APONTA CUIDADOS PARA EMPRESAS EM 2022

O Consultor e CEO do Grupo Bahia Associados, Jorge Bahia, cita que o cenário para …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn