INDAIATUBA PROMOVE AÇÕES PARA EMPRESÁRIOS

A Secretaria de Desenvolvimento de Indaiatuba (SP) por meio do Núcleo de Comércio Exterior continua oferecendo o serviço gratuito de consultoria a fim de auxiliar os empresários a vencerem a burocracia relacionada às operações de comércio exterior. As consultorias são presenciais e acontecem com hora marcada na Secretaria de Desenvolvimento, no Paço Municipal.
O Núcleo de Comércio Exterior também oferece orientações para identificação da classificação fiscal da mercadoria (NCM) nas tarifas aduaneiras como TEC e TIPI, permitindo, assim, identificar o tratamento administrativo correto, bem como, qual a carga tributária aplicável ao produto a ser importado ou exportado. O atendimento também auxilia as empresas a entender e gerenciar os trâmites relacionados à logística internacional (incluindo o despacho aduaneiro), permitindo aos interessados realizar um estudo prévio, como a análise de viabilidade antes de fechar determinado contrato.
Informações sobre aplicação de regimes aduaneiros especiais como Drawback – Isenção e Suspensão; Entreposto Aduaneiro, Exportação e Admissão Temporária, também são passadas na consultoria, o que torna o atendimento completo e eficaz disponível tanto às empresas iniciantes quanto àquelas que já operam no comércio exterior.
De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Edmundo Duarte com este auxílio às empresas pode iniciar negociação internacional ou mesmo confirmar se os procedimentos adotados estão corretos. “Após a instalação do Pólo Intermodal e Porto Seco, a tendência é que aumente significativamente as negociações internacionais. O Núcleo foi criado com o intuito de auxiliar as empresas instaladas no nosso município que estão ampliando seus negócios e atuarão com importação e exportação. Assim passarão a considerar em seus negócios a possibilidade de importar insumos e matéria-prima a serem utilizados em seu processo industrial, bem como, analisando também, a viabilidade de passar a comercializar seus produtos no exterior”, diz.
Os interessados na consultoria devem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento para o agendamento, no número (19) 3834-3977.
Audiência pública
A Secretaria Municipal da Fazenda realizou nesta semana, audiência pública na Câmara de Indaiatuba para demonstração e avaliação das metas fiscais do 2º quadrimestre do exercício de 2012 (maio a agosto), conforme o disposto no parágrafo 4º do artigo 9º da Lei 101 de 04 de maio de 2000 (LRF). Foram apresentados os números referentes a receitas e despesas da Prefeitura e das autarquias. “É importante destacar que as metas fiscais estão todas dentro do objetivo proposto para o ano”, destaca o secretário da Fazenda, Marcelo Pigatto. “Isso é resultado da implementação do plano diretor na cidade e da gestão eficiente dos recursos”, diz. No Portal da Transparência (http://www.indaiatuba.sp.gov.br/fazenda/portal-da-transparencia/) a população pode acompanhar todas as demonstrações financeiras relativas à execução do orçamento público.
Geração de empregos
A Prefeitura de Indaiatuba por meio da Secretaria de Desenvolvimento avaliou e contabilizou os dados referentes à evolução do emprego formal em Indaiatuba. As informações são relativas ao mês de agosto, as quais apontam que o município recuperou posições no estoque de vagas, passando a ser a 3ª cidade da RMC (Região Metropolitana de Campinas) com maior saldo positivo.
No saldo de vagas referente ao passado, Indaiatuba subiu uma posição passando de 4º lugar para 3º entre na RMC. Esse resultado é devido ao saldo positivo de 424 vagas, entre 3.192 admissões e 2.768 desligamentos. O setor que mais contribuiu para este resultado foi o de Construção Civil com 220 vagas, seguido do setor de Comércio com 156 vagas e o setor de Serviços com saldo de 66 vagas. Também ficaram positivos os setores de Extrativa Mineral com saldo de 2 vagas e Utilidade Pública com saldo de 4 vagas.
O Secretario da pasta, Edmundo Duarte, faz uma análise positiva dos resultados. “Mesmo com todas as dificuldades geradas pela crise internacional em detrimento das indústrias de transformações que é o nosso forte, os outros setores como o de Construção Civil e o Comércio estão confirmando o crescimento. Iniciamos o ano com um declínio nas vagas, mas recuperamos ao longo dos meses fechando agosto em 3º lugar na RMC, mostrando que o emprego formal continua em uma trajetória de crescimento”, analisa e continua. “Com a instalação prevista de grandes empresas para 2013, o emprego formal terá um grande avanço e continuaremos nas primeiras colocações no ranking”, afirma e conclui Duarte.
Acompanhe o ranking da RMC a no mês de agosto dos melhores saldos de vagas:
1º Campinas (720);
2º Vinhedo (451);
3º Indaiatuba (424);
4º Paulínia (380);
5º Santa Barbara D`Oeste (230);
6º Hortolândia (215);
7º Itatiba (182);
8º Americana (174);
9º Monte Mor (105);
10º Engenheiro Coelho (84);
11º Pedreira (79);
12º Cosmópolis (11);
13º Santo Antônio de Posse (11);
14º Valinhos (-29);
15º Artur Nogueira (-65);
16º Jaguariúna (-149);
17º Nova Odessa (-188);
18º Sumaré (-360);
Holambra não apresentou dados.
Foto: Adriana Panzini ACS/PMI
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

HÁ DIFERENÇA ENTRE PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE DE DOENÇAS?

Inúmeras enfermidades importantes podem ser evitadas com prevenção. E o antecipar-se a problemas de saúde …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn