INDÚSTRIA CONTRATA EM JULHO, MAS INCERTEZAS PERSISTEM

O Centro das Industrias do Estado de São Paulo (Ciesp) regional Campinas registrou 1.100 contratações em julho de 2018. Historicamente desde 2003, quando os dados começaram a ser contabilizados, o mês de julho é tradicional em contratações. O mês de julho de 2018 foi o segundo maior em número de contratações nos últimos 15 anos perdendo apenas para julho de 2010, quando foram registradas 2.650 contratações. Em 2008 também houve um número expressivo de contratações com 1.041 vagas.JOSE HENRIQUE 8085

Em 15 anos somente houve demissões no mês de julho nos anos de 2015, 2009, 2007 e 2006. O número de contratações expressivo em julho deste ano, após as 1.450 demissões registradas no mês de junho de 2018 causou surpresa à direção do Ciesp Campinas. O diretor em exercício do Ciesp Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, disse que nos últimos anos   as indústrias quase chegaram ao fundo do poço e quando se tem uma retomada, mesmo que pequena o resultado é sempre positivo. “A gente sabe que alguns setores tiveram um aquecimento interessante. Se você pegar os números da Anfavea, onde as vendas de veículos registraram aumento, a nossa região tem montadoras e empresas produtoras de partes e componentes de veículos, ou seja, há uma cadeia positiva contratando. Aumentou a produção, aumentou as vendas, aumentam-se as contratações. Nós temos setores que historicamente estão muito bem. Nós temos o setor farmacêutico, de alimentação, de telecomunicações que estão bem e isso justifica as contratações”, diz.

Mesmo com esse grande número de contratações no mês de julho de 2018, os próximos meses são de dúvidas diante da incerteza política que se abate sobre o país referente aos rumos políticos e econômicos em decorrência de quem vai suceder o presidente Michel Temer  no Palácio do Planalto.

No acumulado do ano, de janeiro a julho, no nível de emprego tem um índice positivo de 1,42%, representando um saldo de aproximadamente 2.250 postos de trabalho. Nos últimos 12 meses, o acumulado é de 1,61%, representando um saldo positivo de 2.550 vagas.

No mês de julho de 2018, as vagas geradas contou com variações positivas de Produtos Alimentícios com  alta de 2,38%; Produtos de Borracha r de Material Plástico com aumento de 2,01%; Máquinas e Equipamentos com 1,10% e Produtos Minerais       Não-Metálicos com 1,69%.

O Ciesp Campinas divulgou também a sondagem industrial do mês de julho elaborada pelo Centro de Pesquisas Econômicas da Facamp (Faculdades de Campinas) junto aos associados do Ciesp Campinas.

A pesquisa indica aumento da produção, apesar da redução nas vendas e do nível de utilização da capacidade instalada. O professor de Economia da Facamp, José Augusto Ruas, disse que a sondagem  mostra basicamente um empresário que deve se preocupar ao longo dos próximos meses para entender não só quais são as políticas econômicas pretendidas pela maior parte dos candidatos a presidência da República, mas quem será o candidato que deve vencer a eleição. “A incerteza é muito grande. O empresário nesse contexto não vai se comprometer com nenhum empréstimo novo, nenhum investimento adicional, nenhuma contratação mais arriscada de volume muito expressivo, exceto se a demanda for muito sólida”, avalia.

Para o professor José Ruas, provavelmente nos próximos meses haverá uma oscilação em alguns indicadores da sondagem. Alguns meses pode melhorar um indicador e piorar no outro. Nesse mês de julho de 2018 as vendas  foram menos fortes que no mês de junho, mas a produção veio melhor em julho do que no mês de junho, ou seja, há vários indicadores desencontrados.

Foto: Diretor em exercício do Ciesp Campinas, José Henrique Toledo Corrêa em entrevista ao jornalista e diretor do site Panorama de Negócios, Milton Paes.

Crédito: Roncon & Graça Comunicações

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

AEROPORTO INTERNACIONAL DE VIRACOPOS GANHA SALA VIP NO TERMINAL DE PASSAGEIROS

A AMBAAR Lounge, em parceria com a Airport Dimensions, abriu nesta quarta-feira (01/12) o primeiro …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn