INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NA PRÁTICA

A Inteligência Artificial (IA) e os demais processos de transformação digital contribuem diretamente para a produtividade, inovação e assertividade dos negócios. E, no atual cenário de grandes mudanças e adaptações, os avanços em tecnologia exigem velocidade redobrada das organizações.

Em mais um encontro online e gratuito, promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK Paraná), o Grupo de Intercâmbio de Experiências (GIE) em Indústria 4.0 e Transformação Digital pretende trazer ferramentas e cases de como as empresas podem alavancar o crescimento, melhorar o desempenho e inovar por meio das aplicações da IA.

O webinar será no dia 28 de outubro (quarta-feira), a partir das 10 horas, e trará um time de especialistas para compartilhar conhecimento e trocar experiências com os participantes acerca das aplicações da Inteligência Artificial nas perspectivas de produtos, manufatura e propriedade intelectual. Inscrições: https://bit.ly/3jjm3yw

Entre os palestrantes, o engenheiro da computação, consultor e supervisor da Residência em IA no Hub de Inteligência Artificial do Senai – PR Muriel Mazzetto abordará o tema “O que é preciso para entrar na IA?”. Participam ainda o engenheiro mecatrônico da thyssenkrupp, Daniel Korol, que trará as aplicações de IA na direção autônoma; o engenheiro mecânico especialista em Propriedade Intelectual e Comércio Eletrônico, Rafael Tögel, da Licks Attorneys, que falará sobre as perspectivas da IA na propriedade intelectual; e, para fechar o debate e trazer as perspectivas da IA na manufatura e outros cases, o engenheiro mecatrônico responsável pela engenharia de manutenção e planejamento de materiais indiretos da Bosch, Renato Grottoli.

De acordo com o coordenador do Grupo de Intercâmbio de Experiências (GIE) em Indústria 4.0 e Transformação Digital, Fernando Borer, que também é gestor de manufatura dos sistemas Powertrain da Bosch, a Inteligência Artificial é uma das ferramentas com maior potencial tanto em termos de produtividade quanto inovação.

Em relação aos ganhos em inovação, Borer destaca como exemplo a criação de produtos personalizados, e comenta que a Inteligência Artificial, em conjunto com a Internet das Coisas (IoT), é a base tecnológica para veículos autônomos. “Para os próximos anos, a IA deve gerar saltos de produtividade na velocidade da tratativa dos dados, gestão de Big Data, melhoria de processos de inspeção, gestão da cadeia logística, entre outros inúmeros potenciais”, acrescenta.

Estimular a economia de mercado por meio da promoção do intercâmbio de investimentos, comércio e serviços entre a Alemanha e o Brasil, além de promover a cooperação regional e global entre os blocos econômicos. Esta é a missão da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK Paraná), entidade atualmente dirigida pelo Conselheiro de Administração e Cônsul Honorário da Alemanha em Curitiba, Andreas F. H. Hoffrichter.

Fundada em 1972, a AHK Paraná integra uma rede composta por mais de 140 Câmaras binacionais alemãs em 92 países ao redor do mundo que trabalham em prol do fomento profissional de seus associados e no estímulo ao networking entre diferentes organizações. Com foco no desenvolvimento do Paraná, a AHK Paraná está entre as cinco melhores e mais completas câmaras bilaterais do Brasil e agrupa empresas de capital ou know-how alemão e companhias brasileiras instaladas no estado com interesses na Alemanha.

 

Foto: Coordenador do Grupo de Intercâmbio de Experiências (GIE) em Indústria 4.0 e Transformação Digital, Fernando Borer.

Crédito: Divulgação.

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

ZURICH NO BRASIL ANUNCIA NOVO DIRETOR DE PERSONAL LINES

O executivo Rafael Ramalho é o novo diretor de Personal Lines da Zurich no Brasil, …

Facebook
Twitter
LinkedIn