INVESTIMENTO EM CASAS PARA LOCAÇÃO EM ORLANDO É BOA OPÇÃO PARA BRASILEIROS

Comprar um imóvel em Orlando é parte de uma estratégia de investimento alternativa e segura. De acordo com o Banco Central, só no primeiro semestre de 2018, os brasileiros enviaram US$ 408 milhões em investimentos para os Estados Unidos. Grande parte desse montante foi dirigido ao setor imobiliário, principalmente para as chamadas vacation homes (casas de aluguel) na Flórida. “Em Orlando, a maioria dos turistas prefere casas de férias a hotéis. Eles querem vivenciar a cultura local e o estilo de vida na Flórida, fazendo coisas simples que os moradores tem o costume de fazer aqui, como uma festa na piscina, “encher” a garagem de tralhas e estacionar o carro na rua”, avalia a mineira Patrícia Pretel, que atua há 15 anos no mercado imobiliário americano.

Em geral, boas casas na cidade rendem cerca de 4% a 6% com aluguel de temporada. O rendimento varia conforme o tamanho e a localização do imóvel. Há condomínios que possuem diária de US$ 280 e outros de US$ 700 por dia. Patrícia Pretel explica que, geralmente, quando a pessoa toma a decisão de alugar um imóvel, ela está disposta a pagar mais caro pelos valores agregados. “Uma vacation home oferece muito mais privacidade e espaço que um quarto de hotel. Muitas vezes, essas residências estão localizadas em condomínios fechados, que, além de segurança, possuem em sua área comum ótimas opções de lazer, como Rio Lento, simulador de surf, toboáguas, entre outras”, conta.

Valorização do mercado

Investir em uma vacation homes é sinônimo de construir patrimônio. Trata-se de algo seguro e que tende a se valorizar com o tempo. Em Orlando, por ser uma cidade turística, as casas estão em constante valorização. Isso significa que, ainda que a pessoa deseje vender o seu imóvel no futuro, certamente receberá por ele um valor bem acima do que pagou. “Além disso, alugar o imóvel por temporada garante que o investidor tenha um retorno do valor investido ainda mais rápido. O lucro, que varia de 5% a 8% ao ano, ainda vem em uma moeda forte, como o dólar”, comenta a corretora.

De acordo com o Smarthosts Vacation Rental, em 2018, o mercado de vacation homes na Flórida estava avaliado em US$ 100 bilhões. A estimativa, segundo a mesma fonte, é que feche 2019 valendo cerca de US$ 167,9 bilhões. Esses números são reflexo da economia do estado, que fechou 2018 com US$ 1 trilhão, segundo a Fundação da Câmara da Flórida. Se fosse um país, seria maior que a Arábia Saudita, Holanda, Suíça e Argentina, ocupando o 17º lugar no ranking mundial, com um crescimento de US$ 2,7 bilhões por dia.

Patrícia Pretel ressalta que é possível administrar as casas de aluguel à distância. “Tenho clientes que compraram um imóvel em Orlando sem visitar a cidade. Fizeram todo o processo de compra à distância e administram o negócio do Brasil. Eles têm uma conta bancária para acompanhar as movimentações”, revela. Patrícia Pretel tem uma empresa que conta com administradoras de imóveis parceiras que possuem expertise para cuidar da imagem do imóvel. “Elas se responsabilizam por fazer os anúncios, gestão, manutenção e pagamentos das contas”, conclui.

 

Foto: Patrícia Pretel, que atua há 15 anos no mercado imobiliário americano.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Google+
https://www.panoramadenegocios.com.br/investimento-em-casas-para-locacao-em-orlando-e-boa-opcao-para-brasileiros/
Twitter
LinkedIn

Veja também

EFD-REINF: ATENÇÃO AOS PRÓXIMOS PASSOS

ARTIGO DE JUAREZ OLIVEIRA MATA JUNIOR Com a EFD-Reinf já inserida na rotina dos contribuintes …

Facebook
Google+
https://www.panoramadenegocios.com.br/investimento-em-casas-para-locacao-em-orlando-e-boa-opcao-para-brasileiros
Twitter
LinkedIn