LEILÃO DE GERAÇÃO PARA 2017 CONTRATA USINAS HIDRELÉTRICAS E PARQUES EÓLICOS

O Governo Federal realizou na última
sexta-feira (14/12) o Leilão de Energia A-5/2012, com o objetivo de suprir a
demanda projetada das empresas distribuidoras para o ano de 2017.

Foram contratados no certame 12
projetos de geração, sendo duas hidrelétricas e dez eólicas, somando capacidade
instalada de 574,3 megawatts (MW). O preço médio final alcançou R$ 91,25/MWh,
um deságio médio de 18,53% em relação ao preço inicial.

Os contratos de compra e venda de
energia que serão negociados irão gerar uma movimentação financeira de cerca de
R$ 6 bilhões ao longo do período de vigência – 30 anos para hidrelétricas e 20
anos para eólicas. Os estados que receberão os 12 projetos de geração são o
Amapá, Bahia, Maranhão e Rio Grande do Sul. A perspectiva é que sejam demandados
investimentos da ordem de R$ 1,1 bilhão para construção das usinas.

O presidente da Empresa de
Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim, considerou o resultado final do
certame um sucesso. Entre os fatores positivos, segundo ele, está o fato de
100% dos projetos contratados serem de origem renovável, o que contribui para a
manutenção do alto percentual de fontes limpas na matriz energética brasileira.

Os preços competitivos da fonte
eólica, até mesmo a níveis internacionais, foram apontados como mais um
destaque da licitação. “Para aqueles que estavam temerosos com um possível
efeito negativo da MP 579 sobre o setor elétrico brasileiro, esse Leilão A-5
foi uma demonstração cabal de que o interesse dos investidores é imenso.
Tivemos a participação de empresas estatais que devolveram suas concessões, de
estatais que não devolveram e de empresas privadas, que acabaram saindo
vencedoras”, ressaltou o presidente da EPE. Ele destacou ainda que mesmo se a
demanda apresentada pelas empresas de distribuição fosse maior, ela seria
integralmente atendida.
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PREFEITO DE SANTA BÁRBARA d’ OESTE DEFENDE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO ÀS MARGENS DA RODOVIA DOS BANDEIRANTES

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste (SP), Denis Andia, defendeu nesta terça-feira (20/08) durante reunião …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn