LÍDERES CORPORATIVOS DISCUTEM NO BRASIL FINANCIAL SUMMIT 2018 RUMOS DO CÂMBIO

Poucas vezes o cenário econômico brasileiro viveu momentos de tanta incerteza quanto em 2018. No ano daquela que promete ser a eleição presidencial mais imprevisíneillvel da era democrática, investidores trabalham com os mais diferentes cenários possíveis, levando em conta o que cada candidato pode causar de reação no mercado. Soma-se a isso a chegada de novas diretrizes globais, como o Código Global de Câmbio (FX Global Code), que vem a ser o conjunto de princípios para o mercado de câmbio elaborado pelo Banco de Compensações Internacionais, o BIS, ao qual o Banco Central do Brasil se tornou signatário em novembro de 2017, e que afeta empresas, investidores, bancos e demais players do mercado de câmbio.

Para atender este público, a Thomson Reuters organiza nesta quarta feira (12/09), das 8h às 13h, no Sheraton WTC, em São Paulo (SP), a primeira edição do Brasil Financial Summit, evento que irá reunir autoridades como o Secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, o Secretário de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, Jorge Arbache, além de CFOs e diretores de tesourarias de corporações como Amaggi, Heineken , Fintechs, economistas-chefe, diretores de mesas de FX e derivativos das mais renomadas instituições financeiras, e os usuários de soluções em tecnologia para o mercado financeiro, como o Eikon e o Elektron. Juntos, eles irão discutir os desafios e as melhores práticas do mercado financeiro, os impactos de novas tecnologias e regulamentações globais, e claro, promover o debate sobre os cenários possíveis para a economia nacional com cada candidato à Presidência da República.

A diretora de Marketing da Thomson Reuters Financial & Risk, Ivana Mozetic, destaca a importância do evento, num momento político e econômico tão importante frente às eleições desse ano.  “Em um ano como esse, de eleições na América Latina e às vésperas da eleição presidencial mais aberta desde 1989 no Brasil, as pessoas se preocupam com o xadrez político e seu reflexo na formação de preços no mercado financeiro. Entender a viabilidade e os riscos dos projetos de governo dos candidatos e seus impactos na economia são fatores imprescindíveis a serem analisados neste momento, uma vez que eles influenciam as decisões de investimentos. Neste cenário e como provedores globais de informações para o mercado financeiro, organizamos este primeiro Brasil Financial Summit, certos de será um espaço muito importante de discussão e atualização dos profissionais”, explica.

Além do cenário político, também serão pautas de destaque no evento as atualizações do setor, como o Código Global de Câmbio. Lançado em maio deste ano pela instituição que normatiza os Bancos Centrais dos países, o BIS, o código estabelece princípios a serem observados com respeito à ética, à governança, à execução, ao compartilhamento de informações, ao gerenciamento de risco e compliance e aos processos de confirmação e liquidação, o que afeta diretamente tesourarias corporativas, casas de câmbio, bancos, assets e gestores e todos os integrantes da cadeia de câmbio global. Um painel específico sobre este tema será apresentado por Neill Penney, Manager Director e Co-Head de Trading da Thomson Reuters Financial & Risk, que abordará também o MiFID II, sigla para Markets in Financial Instruments Directive.

Neill Penney vai detalhar a importância do Código Global de Câmbio no mercado. “O Código Global de Câmbio é uma grande mudança para os usuários do mercado de câmbio. Ele traz um grande avanço para todo o mercado, padronizando as condutas em todos os países e para todos os tipos e tamanhos de participantes do mercado, tornando-o mais aberto, justo e eficiente. Eu acredito que esse momento de implementação de novas regulamentações também cria oportunidades para inovações, e é justamente por isso que nós da Thomson Reuters estamos tão entusiasmados com a iniciativa, afinal a tecnologia é o parceiro ideal nesses cenários e o Brasil vive um momento único, no qual o acesso às ferramentas para a tomada de decisões nunca foi tão estratégico”, afirma.

Foto: Neill Penney, Manager Director e Co-Head de Trading da Thomson Reuters Financial & Risk.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

BENNER EXPANDE SUAS SOLUÇÕES PARA O MERCADO JURÍDICO COM SERVIÇOS INTEGRADOS

Com o objetivo de contribuir para a eficiência jurídica das organizações, a Benner, companhia brasileira …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn