MERCADO PROMISSOR: UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA (UVA) APOSTA EM CAPACITAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE

Segundo o relatório “Better Business, Better World”, divulgado no Fórum Econômico Mundial de Davos, os negócios sustentáveis poderiam abrir oportunidades econômicas de, pelo menos, US$ 12 trilhões e gerar até 380 milhões de empregos por ano até 2030. Contudo, um dos entraves para quem quer lucrar com a sustentabilidade é, justamente, saber como gerar renda e preservar o meio ambiente. Esta foi uma das conclusões do estudo realizado pelo núcleo de sustentabilidade da Universidade Veiga de Almeida (UVA). “Além do Rio de Janeiro ser carente de profissionais especializados, quem tem interesse em atuar na área não consegue identificar exatamente como gerar renda, a partir de práticas sustentáveis”, explica Beatriz Balena, reitora da UVA.

Segundo a reitora, há bem pouco tempo a preocupação com o meio ambiente era vista como entrave para quem queria ganhar dinheiro e preservar implicava em não ter nenhuma atividade comercial no local. “Era como se fossem coisas distintas e na prática uma pode derivar a outra”, assegura. Ideias simples têm ganhado cada vez mais mercado, como os fazendeiros urbanos, junta local (comunidade que congrega pequenos produtores de comida orgânica), empresas de reciclagem, fabricantes de ecobags, fornecedores de minhocários residenciais, entre outros.

Observando o crescente interesse de profissionais que batiam à porta do núcleo de sustentabilidade em busca de especialização, a UVA desenvolveu duas pós-graduações com esse enfoque: Indústria Ecológica, Ecorelações e Ecoperformance Mercadológica.

Para Beatriz, a sustentabilidade é uma das principais estratégias para agregar valor aos negócios. “Essa onda verde eleva o senso de responsabilidade ambiental das empresas que, por meio de inovações disruptivas, redesenham processos, produtos, embalagens e seus modelos de negócios, por meio de um olhar mais sistêmico, preocupado com a biodiversidade, considerando a ecoeficiência dos processos e o uso das energias renováveis”, detalha.

As inscrições estão abertas e ao todo são 18 novos Lato-sensu disruptivos ofertados em 2020. Mais informações nos telefones (21) 2574-8888 e 0800-024-6172 ou no http://www.uva.br

 

Foto: Beatriz Balena, reitora da UVA.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

SEGURADORA ZURICH, EM PARCERIA COM A Z. ZURICH FOUNDATION E ZURICH SANTANDER DOA R$ 9,6 MILHÕES PARA COVID-19

A seguradora Zurich, em parceria com Z Zurich Foundation (uma fundação de caridade financiada por …

Facebook
Twitter
LinkedIn