O E-COMMERCE BRASILEIRO EM 2020: FIQUE DE OLHO NAS TENDÊNCIAS DO SETOR

ARTIGO DE LUCIANA LELLO

O avanço da tecnologia e a facilidade de comprar com um “click” tem atraído cada vez mais o consumidor brasileiro para o e-commerce. Conforme pesquisa da Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o comércio eletrônico deve faturar, até o fim do ano, R$ 79,9 bilhões, um crescimento de 16% em relação a 2018.

E quando falamos em avanço da tecnologia, estamos tratando das inovações que acabam contribuindo para as constantes e cada vez mais rápidas mudanças mercadológicas desse segmento. Tudo é muito dinâmico, e cada vez mais plataformas e aplicativos são criados pensando na experiência do consumidor.

Por conta disso, é vital que sua empresa esteja de olho nas tendências do comércio eletrônico. Nenhum negócio deve ficar alheio às mudanças digitais da Era da Informação, porque esse segmento está no centro das inovações e repercute quase que de maneira automática.

Então, fique atento às tendências que devem crescer ainda mais em 2020:

De olho no mobile, cada vez mais!

As vendas via mobile responderam por mais de 50% das transações on-line em 2018, com destaque para os apps, é o que aponta uma pesquisa realizada pela Criteo. Ou seja, sua empresa deve estar preparada para aproveitar as oportunidades desse ambiente virtual. Se sua loja ainda não tem um app, pense nessa possibilidade, pois a taxa de conversão de vendas é 3x maior nos aplicativos em relação ao mobile web.

Não há mais como separar on-line do off-line. Seja Omnichannel!

Após a popularização do smartphone, o mobile tem sido o responsável pela expansão das vendas on-line. Mas, apesar de todos os avanços tecnológicos, esse mesmo consumidor busca experiências tanto no espaço virtual quanto no físico. A tendência Omnichannel é uma evolução do conceito de multicanal, totalmente focada na experiência do consumidor. Se baseia na convergência de todos os canais utilizados pela empresa, de forma que o consumidor não veja a diferença entre o on e o off-line. Seu produto deve estar disponível em diversos canais, de diferentes formas, para aproximar o consumidor, seja por redes sociais, lojas virtuais ou físicas.

A integração dos dispositivos que aumenta conexões

Você pode pensar em integrar sua loja virtual a ferramentas como marketplaces, que são locais onde o consumidor sente mais confiança. Essa mesma tecnologia pode ajudar você a automatizar os processos manuais, para que você use esse tempo criando diferentes estratégias de campanha.

A era das “Bias” e das “Lus”

Apostar em bots de atendimento é uma estratégia interessante que pode fazer você poupar tempo e dinheiro, já que eles agilizam os atendimentos e diminuem o fluxo de solicitações repetidas que chegam ao SAC. Mas, mesmo investindo nesse tipo de atendimento, nunca esqueça de ter, também, formas de atendimento mais pessoais.

Otimize a logística

A experiência do consumidor está diretamente ligada ao recebimento da compra. E hoje, no Brasil, um país com dimensões continentais, a rede de transporte ainda é insuficiente, o que impede que as marcas consigam chegar aos consumidores que vivem distantes dos centros urbanos. Invista em pontos de retirada de produtos, o famoso “compre no site, retire na loja.”

Segurança para o consumidor

De acordo com uma pesquisa da Worldpay, mais de 25% dos consumidores consideram a falta de  segurança como principal razão para abandonar um carrinho de compras nas plataformas virtuais. Ou seja, uma boa experiência do consumidor também passa pela segurança do pagamento on-line.

Segurança para o e-commerce

Se ter segurança nas transações on-line é importante para o consumidor, também é para os donos de e-commerce. Só em 2018, 72% dos negócios online do Brasil admitiram aumento de prejuízos devido ao avanço de fraudes digitais em suas operações. É o que mostrou o Global Identity and Fraud Report, pesquisa realizada pela Experian. Proteja-se! Existem tecnologias disponíveis no mercado para proteger negócios virtual contra fraudadores, evitando prejuízos.

 

Luciana Lello, gerente geral da Emailage para a América do Sul. Fundada no Estados Unidos em 2012 por dois brasileiros, Reinaldo Carvalho e Amador Testa, a Emailage possui escritórios por todo o mundo e processa transações em 150 países. A companhia é líder absoluta em soluções preditivas de fraudes online, usando o e-mail e identidade digital para análises.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CONFIRA NOVE DICAS PARA PROTEGER VOCÊ E SEU VEÍCULO DURANTE O PERÍODO DE CHUVAS INTENSAS

Janeiro é tradicionalmente um período de chuvas de verão intensas. Em 2020 não tem sido …

Facebook
Twitter
LinkedIn