O QUE AS GERAÇÕES ESPERAM DO MERCADO DE TRABALHO

O que as gerações esperam da carreira? Profissionais de diferentes idades possuem objetivos e preferências particulares quando se trata do mercado de trabalho. Um estudo recente da Randstad, líder global em solução de recursos humanos, analisou os perfis geracionais para entender o que buscam no mundo corporativo.

Quando questionados sobre o que procuram em uma empresa, a pesquisa revelou que 37% da geração Z, perfis entre 18 e 24 anos, buscam boas oportunidades de treinamento. Já entre os Boomers, profissionais de 55 a 64 anos, 57% optam por melhores oportunidades de carreira. Esse número é menor na geração dos Milênios, de 25 a 34 anos, em que 27% preferem um empregador bem localizado, e na geração X, de 35 a 54 anos, onde 32% consideram o regime flexível um fator importante.

Na avaliação sobre os motivos pelos quais os colaboradores permanecem ou saem de uma organização, a pesquisa da Randstad apresentou diversos elementos. Na geração Z, 34% ficam quando o empregador possui uma administração robusta e 25% saem por falta de desafios suficientes no emprego; 52% da geração X permanecem na empresa por salário e benefícios atraentes e 37% perdem o interesse por falta de reconhecimento ou recompensas; entre os Boomers, 38% continuam quando a companhia tem saúde financeira ou promove um ambiente de trabalho agradável e 33% saem por terem poucas alternativas flexíveis de trabalho; já na geração dos Milênios, 32% dos colaboradores optam por ficar quando têm bom conteúdo profissional e 22% deixam o trabalho quando a organização oferece poucos benefícios ou nenhum.

O quesito que avaliou onde gostariam de trabalhar mostrou que um emprego efetivo em grandes empresas pode não ser o desejo de todas as gerações. Nessa categoria, 45% da geração Z responderam que preferem trabalhar em multinacionais, enquanto 8% dos milênios preferem atuar em startups e 28% dos Boomers preferem ter o próprio negócio. Já na geração X, 14% não têm grande preferência.

Para o CEO da Randstad, Fabio Battaglia, os novos profissionais anseiam por novidades, seja na vida corporativa ou pessoal. “A geração mais experiente, que já tem uma boa vivência de mercado, opta por boas oportunidades da carreira, empresas bem estruturadas ou um negócio próprio consolidado, mas que ofereçam segurança e estabilidade na vida profissional. Já as gerações mais jovens preferem algo que proporcione desafios e aprendizados, além de bons benefícios enquanto trabalharem em uma determinada empresa”, avalia Battaglia.

Fundada em 1960, na Holanda, a Randstad é líder global em solução de recursos humanos e atua em frentes de Staffing, Inhouse, Professionals, Technologies e RPO. A empresa combina o poder da tecnologia de última geração com o toque humano para oferecer as melhores soluções para cada negócio e para o candidato. Presente em mais de 38 países e empregando mais de 670 mil pessoas por dia, chegou no Brasil em 2011 e, hoje, conta com mais de 20 escritórios para atender todas as regiões do país.

 

Foto: CEO da Randstad, Fabio Battaglia.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PATROCÍNIOS E TREINOS EM CASA MANTÊM TIME FEMININO DE BASQUETE DURANTE PANDEMIA

Com cortes e redução de patrocinadores em todas as modalidades esportivas, muitos times brasileiros já …

Facebook
Twitter
LinkedIn