PESQUISA DA PwC APONTA REDUÇÃO DE FUSÕES E AQUISIÇÕES NO MÊS DE MARÇO

O primeiro trimestre de 2018 registrou um leve crescimento de 2% nas fusões e aquisições no Brasil. No período, foram anunciadas 153 transações, contra 150 negócios confirmados nos primeiros três meses de 2017. Já para o mês de março, no entanto, o resultado é negativo, com 56 transações confirmadas, uma redução de 8% na comparação com março do ano anterior. As informações constam no relatório mensal de fusões e aquisições da PwC Brasil. Predio_pwc_sp_land

De acordo com o documento, apesar da retração de março, as expectativas continuam positivas para a recuperação da economia em 2018. O setor de tecnologia da informação continua na liderança dos investimentos, com 24% do total transacionado nesse ano, acumulando 37 negócios anunciados. Em relação ao primeiro trimestre de 2017, o setor tem um crescimento 28% nos negócios.

Juntos, os setores de tecnologia da informação, serviços auxiliares, financeiro, serviços públicos e químico respondem por 56% dos negócios consolidados em 2018.

No acumulado do ano, a região Sudeste registrou 73% dos negócios com 122 transações. Na comparação com 2017, o crescimento é de 4%. No mês de março, a região concentrou 40 negócios, redução de 7% em relação a março de 2017.

O estado de São Paulo registrou 57% das transações anunciadas entre janeiro e março, com 87 negócios confirmados. Desse montante, 66 negócios foram anunciados na capital e 21 no interior.

O Sul do país registrou 12% do total negociado no trimestre e 13% das transações de março. O Centro-Oeste acumula 4% do volume transacionado entre janeiro e março, seguido do Nordeste com 3% e da região Norte, com 2% dos negócios.

Capital nacional x estrangeiro

Com 62% de participação nas transações anunciadas no primeiro trimestre de 2018, os investidores nacionais somam um total de 88 negociações. Um acréscimo de 16% na comparação com o mesmo trimestre de 2017 com 76 negócios).

Já os investidores estrangeiros registraram 54 negócios no período, um decréscimo de 13% em relação ao mesmo período do ano anterior com 62 negócios. Os Estados Unidos, a Alemanha e a França foram responsáveis por 49% das negociações envolvendo capital estrangeiro.

A PwC é um Network de firmas presente em 158 países, com mais de 236.000 profissionais dedicados à prestação de serviços de qualidade em auditoria e asseguração, consultoria tributária e societária, consultoria de negócios e assessoria em transações.

Foto: Sede da PwC em São Paulo.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

2021: OS IMPACTOS DA PANDEMIA PARA A EDUCAÇÃO

ARTIGO DE ISMAEL ROCHA Imagine que você está vendo um filme e pausa em determinando …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn