PESQUISA DA REGUS APONTA SATISFAÇÃO DOS BRASILEIROS COM O TRABALHO

A Regus, líder global no fornecimento de espaço de trabalho flexível, com produtos e serviços que vão desde escritórios totalmente equipados a salas de reuniões profissionais, salas de negócios e maior rede de estúdios de comunicação por vídeo do mundo, encomendou uma pesquisa à MindMetre na qual revelou que os profissionais brasileiros estão mais satisfeitos, mesmo trabalhando mais horas durante a semana, pois  encontraram um ponto de equilíbrio.
Com isso, os relacionamentos e a família melhoraram. Para essa pesquisa foram entrevistados mais de 16 mil profissionais em 90 países. Os profissionais brasileiros estão satisfeitos com a quantidade de tempo disponível para ficarem em casa ou para cuidar de assuntos pessoais (51 %) e mais da metade declaram que gostam do seu trabalho (81%).
As empresas perceberam na prática que o funcionário feliz é mais produtivo e o risco de trocar de emprego é menor. Para 83%  dos entrevistados no Brasil, em comparação a 2010, o momento atual é de mais conquistas profissionais.
A relação profissionais e empresas avançou nos últimos anos, uma exigência do próprio mercado que busca reter seus talentos e procura driblar as dificuldades do trânsito e das condições do transporte público nas grandes cidades brasileiras, oferecendo condições flexíveis de trabalho. De acordo com a pesquisa da Regus, 59 % dos entrevistados no País, disseram que as companhias em que trabalham estão se esforçando para diminuir o tempo gasto  o percurso de casa ao trabalho.
Para o diretor geral da Regus no Brasil, Guilherme Ribeiro, as práticas de trabalho vêm mudando no país. “Medidas simples, como permitir que o funcionário gerencie seu próprio horário, reduza o tempo de deslocamento ou possibilite ao empregado que trabalhe de outros locais, ajudam no desempenho dos profissionais, reduzindo o nível de estresse  e aumentando a produtividade”, destaca.
Com menos estresse diário, esse clima de paz tem tudo para se expandir. De acordo com a pesquisa, o Brasil é o segundo país, com o melhor Índice de Equilíbrio entre Vida Profissional e Pessoal (151 pontos), atrás apenas do México (153). E a média global entre os países que participaram da amostragem é de 124 pontos.
A pesquisa analisou as opiniões de cerca  de 16.000 profissionais em  90 países cadastrados no banco de dados mundial de contatos da Regus, que reúne mais de 1 milhão de empresas e é formado  por gerentes seniores  e proprietários de organizações de todo o mundo. Os entrevistados responderam perguntas sobre  jornada de trabalho, satisfação com o tempo disponível para permanecerem em casa ou com a família, e suas opiniões acerca da melhoria no equilíbrio entre vida pessoal e profissional. O Índice avalia os dados acima e o benchmark em relação à pontuação foi definido  em 100, em 2010. A pesquisa foi administrada e gerenciada pela MindMetre (www.mindmetre.com), uma organização independente.
Sobre a Regus
A Regus oferece uma nova forma de trabalhar, seja em casa, na estrada ou a partir de um escritório. Clientes como o Google, a GlaxoSmithKline, a Nokia e milhares de pequenas e médias empresas em crescimento se beneficiam da terceirização de suas necessidades de escritório e lugar de trabalho, permitindo que se concentrem em seus negócios principais. Mais de um milhão clientes por dia se utilizam as instalações da Regus espalhadas em um espaço global de 1.200 localizações em 550 cidades e 95 países, o que permite a autônomos e empresas trabalhar onde, como e quando desejarem. A Regus foi fundada em 1989, em Bruxelas, na Bélgica, e suas ações estão listadas na Bolsa de Londres (LSE: RGU).
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CCB E ABCERAM LANÇAM CURSO EAD DE INTRODUÇÃO À INSTALAÇÃO DE MATERIAIS REFRATÁRIOS

O curso de “Introdução à Instalação de Materiais Refratários”, promovido através da parceria entre o …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn