PETLAND PARTICIPA DO 2º SIMPÓSIO NACIONAL DE VAREJO E SHOPPING

O setor de shopping center também é estratégico para o crescimento Petland, rede internacional de franquia para pet shop, no Brasil. Durante o 2º Simpósio Nacional de Varejo e Shopping, organizado pela Alshop – Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, de 30 de março a 2 de abril, em Punta del Este, a empresa acompanhará os debates sPet Land - Caes e cia-2obre o atual momento e as perspectivas do setor. “Será uma excelente  oportunidade para troca de experiências com as lideranças das principais redes varejistas e grupos de shopping. Nosso plano de expansão no País também contempla a operação de pet shop neste segmento. Em abril abriremos a primeira operação de shopping no Brasil, em Vitória (ES). Outra unidade em fase de implantação também em shopping será inaugurada em São Luis (MA) até julho de 2017”, antecipa Rodrigo Albuquerque, sócio-diretor e responsável pela expansão da rede. No México, um dos 19 países em que a marca tem operações, são atualmente 11 pet shops funcionando em shopping center.

Com 39 lojas, entre abertas e em construção, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Paraná e Maranhão, o modelo de negócios da Petland tem atraído a atenção de novos empreendedores. A meta da empresa é chegar a 60 unidades em 2017. “O mercado pet ainda é muito pulverizado, formado principalmente por veterinários que não estão preparados para a gestão do negócio. Temos um potencial enorme para profissionalizar o setor de pet shop no Brasil, oferecendo estratégia, inteligência de varejo, preços competitivos, marca forte e experiência de compra real aos visitantes”, diz Albuquerque.

Ainda segundo levantamento da Petland, há cerca de 50 mil lojas que trabalham com o segmento pet, sendo que mais de 97% dos empresários só tem uma ou duas lojas. Para o executivo, quem está entrando no mercado agora deve apostar na profissionalização da gestão e em uma gama maior de serviços para aumentar as margens.

O faturamento mRodrigo Albuquerque_1édio, dependendo do tamanho da loja, pode chegar a R$ 1.2 mil por m² quando a empresa atinge maturidade. Para operações em shoppings estima-se um faturamento de R$ 2.4 mil por m2. O investimento inicial na franquia é a partir de R$ 299 mil, incluindo o treinamento de sete dias na Universidade Petland (presencial e on-line), que consiste em transmissão de informação continuada e não simplesmente no início da operação.  O prazo de contrato é de cinco anos, e o retorno vem de 24 a 36 meses.

Inspirada na filosofia de entretenimento americana, a Petland foi fundada em 1967, com a ideia de potencializar a interatividade entre humano e animal. Em meados da década de 1970 a empresa iniciou seu processo de expansão via franquias e internacionalizou-se a partir do Canadá. Hoje, a rede está em 19 países: Estados: Estados Unidos, Canadá, Japão, China, África do Sul, México, Brasil, Honduras, Guatemala, El Salvador, Nicarágua, Árabia Saudita, Emirados Árabes, Egito, Turquia, Qatar, Líbano, Kuwait e Bahrein.

Foto 1 – Loja da rede Petland.

Foto 2 – Rodrigo Albuquerque, sócio-diretor e responsável pela expansão da rede Petland.

Crédito: Divulgação.

 

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ DO BRASIL FORNECE AO MERCADO NACIONAL O PSSUNIVERSAL E O PSSUNIVERSAL 2 – MÓDULOS DE COMUNICAÇÃO PARA SISTEMAS

A multinacional alemã, Pilz do Brasil, líder em sistemas de automação e em soluções de …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn