QUEBRA-CABEÇAS PARA EMPRESAS, UM NEGÓCIO QUE DEU CERTO

Para atender empresas que buscam por brindes ou para dinâmicas com colaboradores, os quebra-cabeças no universo corporativo vêm ganhando espaço. Prova disso, é o aumento no número de projetos que a Puzzle Me, marca de quebra-cabeças, vem tendo nos últimos meses. Conforme explica Daniela Petroni, fundadora e empreendedora à frente da marca, as empresas estão buscando criar conexões com o tato real, depois de tanto tempo no digital.

A marca que nasceu em 2016, da paixão da empreendedora por pecinhas e da vontade de criar produtos diferentes do que havia no mercado nacional, teve seus primeiros quebra-cabeças produzidos para projetos corporativos.  De lá pra cá, já realizou mais de 30 projetos, com destaque para Cirque Du Soleil, Lollapalooza e o último, em dezembro de 2021, para a Mauricio de Sousa Produções, com um painel com 360 peças, sendo cada peça para um funcionário do time cartunista, que é ícone do Brasil.

Segundo a executiva, os diferenciais e o aumento por essa busca, que corresponde a 40% do faturamento atual da empresa, é recorrente pelo fato do quebra-cabeça ser uma atividade que acompanha uma série de benefícios, como aumento da concentração, melhoria da coordenação motora, utilização dos dois hemisférios do cérebro ao mesmo tempo e uma sensação de realização ao encaixar cada uma das peças. “Os projetos corporativos visam atender empresas que querem um brinde corporativo para seus colaboradores, clientes ou até mesmo criar um treinamento diferente e divertido”, explica.

Ela ressalta ainda que há também uma excelente metáfora do time de colaboradores com o quebra-cabeça, de que cada peça faz parte de um todo, onde juntos há um significado maior e um resultado final que não se consegue com apenas uma peça. “Esses assuntos são sempre abordados pelo RH e faz muito sentido se apropriar de um jogo/ brincadeira para conseguir tornar isso palpável”, conta.

Ela explica que para as empresas que buscam ter uma quebra-cabeça customizado para projetos, o processo começa com uma reunião, onde é feito o alinhamento dos objetivos, imagens, quantidade de peças, tiragem, embalagem e caso haja alguma necessidade, a marca faz os ajustes necessários para que o produto fique de acordo com o que foi solicitado.

A tiragem mínima é de 100 unidades para uma imagem, que normalmente é solicitada pelo cliente. Mas, segundo a empresária, caso a empresa esteja aberta à sugestões, ela faz os devidos ajustes para deixar a imagem perfeita para um quebra-cabeça.

Sobre os preços, não há um valor médio, pois isso irá variar muito dependendo da tiragem, tipo de embalagem e número de peças e se for necessário criar uma  nova faca para o projeto, haverá impacto relevante no custo final. E quanto maiores as quantidades (tiragem), melhores os custos. “A tendência é que essa procura tenha um aumento e já em 2022, temos 3 projetos em andamento”, finaliza Daniela Petroni.

Fundada em 2016, a Puzzle Me nasceu da paixão da empreendedora Daniela Petroni por quebra-cabeças e da vontade de criar produtos diferentes dos que haviam no mercado nacional. Através de seus quebra-cabeças propõe criar uma pausa, resgatar experiências sensoriais, o tato real e não o virtual com imagens para alegrar o nosso dia a dia. Os quebra-cabeças são feitos com artes de ilustradores, grafiteiros, muralistas, pintores e trazem a possibilidade de transformar o passatempo em uma decoração. Os produtos têm tiragem limitada e as embalagens são numeradas para colecionadores.

Em 2020, a empresa repensou seu projeto social Pecinhas do Bem e lançou o Projeto Mulheres que transforma a arte de mulheres neste hobby tão prazeroso, além de realizar a doação de 5% do valor de seus produtos para OSC’s  (Organizações da Sociedade Civil) que apoiam e empoderam mulheres. As doações são uma escolha dos cliente da Puzzle Me, que pode ser feita no ato da compra de seus quebra-cabeças, pelo site www.puzzle-me.com.br

 

Foto 1 –  Daniela Petroni, fundadora e empreendedora da Puzzle Me.

Foto 2 – Ariell Guerra. Nordeste Independente daPuzzle Me

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

CIESP-CAMPINAS TENDÊNCIAS EM GESTÃO DE PESSOAS

As mais recentes tendências em gestão de pessoas. Esse é o tema da palestra da …

Facebook
Twitter
LinkedIn