SENADORA SE PREOCUPA COM RUMOS DA TELEFONIA MÓVEL

A senadora Ana Amélia (PP-RS) manifestou preocupação com os rumores de que o Governo e o setor de telecomunicações poderão fechar um acordo para transformar multas aplicadas pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) contra as operadoras de telefonia em obrigações de investimentos. A parlamentar argumentou que na teoria a ideia é positiva, porém lembrou que os consumidores estão cansados de pagar e não receber pelos serviços contratados, o que gera dúvida em relação ao cumprimento do possível acordo. “Os consumidores estão cansados dos problemas de sinal, principalmente no interior do Brasil, ou da internet lenta, inclusive em Brasília e nas demais capitais. Essa troca de pagamento por promessa de investimento precisa ser feita de forma que tais investimentos tão necessários realmente sejam executados”, disse a senadora, lembrando que as empresas do setor são líderes em reclamações no Procon.
Ana Amélia informou que o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, já adiantou que o Governo será cuidadoso ao negociar essa solução das dívidas das empresas de telefonia e irá ouvir o Tribunal de Contas da União e o Ministério Público Federal. As multas das empresas de telefonia somam hoje cerca de R$ 6 bilhões e, parte disso, R$ 400 milhões, irá vencer em breve. “Precisamos ter uma garantia de que esses R$ 6 bilhões vão ser mesmo aplicados em melhorias do sistema de telecomunicação brasileiro, ampliando o serviço de telefonia móvel e melhorando o acesso dos brasileiros à moderna tecnologia de banda larga. Além disso, imaginem se nós, que vamos fazer a Copa do Mundo e a Copa das Confederações, quando milhares de jornalistas do mundo inteiro virão ao Brasil, precisando se comunicar, não oferecermos um serviço adequado e eficiente de comunicação rápida”, acrescentou.
Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

AEROPORTO INTERNACIONAL DE VIRACOPOS GANHA SALA VIP NO TERMINAL DE PASSAGEIROS

A AMBAAR Lounge, em parceria com a Airport Dimensions, abriu nesta quarta-feira (01/12) o primeiro …

Deixe uma resposta

Facebook
Twitter
LinkedIn