STARTUP CONECTA PEQUENO AGRICULTOR DE ALIMENTOS ORGÂNICOS AO CONSUMIDOR

Já pensou em receber alimentos livres de qualquer agrotóxico na porta da sua casa, tirados diretamente do pé no dia do pedido? Foi pensando nisso que o empreendedor Tomás Abrahão criou a Raízs , plataforma online que conecta o consumidor interessado em alimentos orgânicos ao pequeno produtor de todo o Brasil. Apostando nesse modelo, a empresa vem crescendo quatro vezes ao ano nos últimos três anos e já alcança 90% de satisfação entre seus clientes.

A iniciativa permite economia de tempo – evitando a necessidade de deslocamento até um supermercado – e de dinheiro, ao oferecer produtos 25% mais baratos do que os varejistas tradicionais e limitar a exposição do consumidor a compras por impulso de itens desnecessários em promoção.

A Raízs também atua para minimizar o desperdício e garantir que o alimento chegue sempre fresco à mesa do consumidor. Para isso opera com serviço on-demand, modelo em que só são retirados da terra as folhas e legumes que o cliente irá consumir, reduzindo a possibilidade de os alimentos serem descartados sem antes serem consumidos.

O estoque é atualizado todos dias e a colheita é feita somente a partir da confirmação da compra. Já a entrega é realizada no dia seguinte, em todo o estado de São Paulo, para as compras feitas até as 11h e acontecem todos os dias da semana, exceto no domingo.

Disponibilizados no site estão produtos como verduras, legumes, frutas, ovos, arroz, queijo, manteiga e até produtos não perecíveis, com os quais o usuário pode personalizar o seu pedido.

De acordo com o levantamento mais recente do World Resource Institute (WRI), no Brasil são desperdiçadas cerca de 41 mil toneladas de alimentos por ano. Isso, coloca o país entre os 10 que mais jogam comida fora no mundo, principalmente quando se trata de frutas, hortaliças, tubérculos e raízes.

Mais do que facilitar a compra desses alimentos, a startup busca criar um vínculo de empatia por meio da comida, além de valorizar quem está por trás dela, dando nome e rosto ao pequeno produtor e contando sua história para o consumidor.

Cada item leva o nome e a foto da família que cultivou o alimento e a startup ainda promove visitas aos sítios fornecedores para que os clientes conheçam a plantação, participem da colheita e ajudem a preparar um almoço compartilhado.

São mais de 800 agricultores certificados e auditados pelos maiores selos da área, além de parcerias com cooperativas desde o Sul do país até a Amazônia. Entre as acreditações exigidas pela Raízs está o reconhecimento internacional Produto Orgânico Brasil, emitido pelo IBD (Associação de Certificação Instituto Biodinâmico), que garante que toda a cadeia de produção foi fiscalizada e obedece às normas e práticas da produção orgânico. “Queremos valorizar o agricultor e mostrar ao consumidor de onde vem o que ele come, levando um alimento saudável ao meio urbano e um comércio justo para o produtor”, explica Tomás Abrahão.

Para ir além do lucro e gerar impacto positivo, a Raízs criou o Fundo do Pequeno Produtor, ao qual destina parte de seu faturamento. O consumidor também é convidado a realizar doações de até R﹩ 30 para o fundo, inteiramente gerido pelos agricultores. “Com o fundo, a ideia é gerar um sentimento coletivo, de empoderamento e a inserção nas tomadas de decisão do que farão com dinheiro. Afinal, são os próprios agricultores que decidem o que fazer com todo o valor arrecadado”, completa Abrahão.

Além do consumidor, os restaurantes e as escolas – que entraram recentemente na lista de estabelecimentos – também podem aderir ao modelo. O serviço oferece uma opção de fornecimento dos alimentos orgânicos de maneira rápida a preços justos, em uma operação de cadeia produtiva consciente para mais de 50 estabelecimentos gastronômicos, como Dalva e Dito (do Chef Alex Atala), Teva, Le Manjue, Sesc, Casa de Francisca.

Fundada em agosto de 2014, a Raízs nasceu com o propósito de conectar o pequeno agricultor de produtos orgânicos ao consumidor final, criando assim um laço entre a cidade e o campo. Entre os serviços estão as cestas por assinatura disponíveis no site, tanto para os consumidores quanto para os estabelecimentos. A startup recebeu aportes importantes em prêmios como Red Bull Amaphiko, Choice UP Artemisia, ONU Accelerate 2030 e Creators Awards.

 

Fotos 1 e 2 – Produtos orgânicos de pequenos produtores disponibilizados pela plataforma Raízs.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

VOLTA À FASE AMARELA NO PLANO SÃO PAULO DEVE ACENTUAR AINDA MAIS OS PROBLEMAS FINANCEIROS DE BARES E RESTAURANTES

A volta de todo o Estado de São Paulo para a fase amarela no Plano …

Facebook
Twitter
LinkedIn