VENDAS PELA INTERNET NA REGIÃO DE CAMPINAS SOBEM 12% NO PRIMEIRO TRIMESTRE

A região de Campinas registrou aumento de 12% nas vendas pelo e-commerce no primeiro trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período de 2018. Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Eletrônico elaborada pelo SindiVarejista de Campinas e Região em parceria com a FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

Assim como no ano passado, a região de Campinas está em segundo lugar no estado no que diz respeito à venda pela internet, com um faturamento de R$ 414,8 milhões, ficando atrás somente da Capital: R$ 1,6 bilhão.

Apesar do bom desempenho, a região de Campinas não é a que vende proporcionalmente mais pelo e-commerce em relação ao faturamento total no varejo. A fatia de mercado corresponde a 2,7% em relação às vendas totais no período. Outras regiões como Araçatuba, Presidente Prudente e o Litoral paulista detém 3,1%, 3,5% e 3,4% das vendas pela internet, respectivamente.

A região de Campinas também está atrás de outras áreas no que diz respeito ao crescimento no trimestre. A região de Araçatuba cresceu 33% e Marília, 28%. O tíquete médio das compras na região de Campinas ficou em R$ 392,66. A média do estado chegou a R$ 367,30.

O e-commerce retomou de forma mais robusta o crescimento no começo deste ano se comparado a outros segmentos da economia. “Esse crescimento se deve à melhora nas condições macroeconômicas, mas também à mudança de comportamento do consumidor, usando celulares para comparar, consultar e comprar produtos duráveis, semiduráveis e não duráveis no comércio eletrônico”, afirmou a presidente do SindiVarejista, Sanae Murayama Saito.

 

Foto: Presidente do SindiVarejista, Sanae Murayama Saito.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PRÁTICA CORPORAL CHINESA QUE MELHORA O HUMOR E A DISPOSIÇÃO É OFERECIDA EM CAMPINAS

A correria do dia a dia pode ser estressante. Em meio a compromissos familiares, trabalho, …

Facebook
Twitter
LinkedIn