HENRIQUE LUZ É O NOVO PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO IBGC

Henrique Luz é o novo presidente do conselho de administração do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC). Conforme prevê o estatuto social, a escolha foi feita entre os próprios integrantes do conselho de administração, durante reunião do colegiado realizada na tarde de quinta-feira (28). Luz substitui Ricardo Setubal, cujo mandato como conselheiro e presidente do conselho de administração se encerrou na mesma data. 

Formado em ciências contábeis e com cursos em Harvard, Darden e Singularity University, Henrique Luz atualmente é membro independente de conselhos de administração e consultivos. Atuou por 43 anos na PwC, dos quais 32 como sócio e 24 como vice-presidente e membro do Comitê Executivo de Liderança no Brasil. No IBGC, integra o conselho de administração desde março de 2018. É membro do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon) e conselheiro de entidades como MAM-SP, MAM-Rio, Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil e Fundação Dorina Nowill para Cegos, nesta última ocupando o posto de vice-presidente do conselho. Henrique Luz também é ex-presidente do conselho de administração do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças de São Paulo (IBEF-SP). “O IBGC consolidou sua enorme reputação ao longo dos seus quase 25 anos. A nova formação do conselho de administração tem a grande responsabilidade de manter esse legado. Entendemos que a governança tem um papel fundamental na construção de uma sociedade melhor e, portanto, a contribuição do IBGC pode ser decisiva neste processo”, disse Luz.

Para os cargos de vice-presidente, foram escolhidas as conselheiras Leila Loria e Monika Conrads.

Novos conselheiros

Além de Ricardo Setubal, chegaram ao fim de mandato os conselheiros Richard Blanchet e Isabella Saboya – que a pedido próprio encontrava-se afastada de suas funções no IBGC desde janeiro. Para os três assentos, os associados ao instituto elegeram, em assembleia geral ordinária que também foi realizada nesta quinta-feira, os seguintes profissionais:

Carlos Eduardo Lessa Brandão é membro dos conselhos de administração de empresas como Cemig, CEG e Progen, além de atuar como executivo sênior nas áreas de gestão de pessoas e administração de crises. Engenheiro, foi membro do conselho do IBGC (2010-2014) e do Instituto Ethos (2013-2016).

Iêda Aparecida Patricio Novais é conselheira de administração, conselheira consultiva e coordenadora do comitê de auditoria em organizações privadas, estatais, de economia mista e do terceiro setor. Formada em Comunicação (USP) e com diversos cursos na área de negócios (FGV).

Leonardo Wengrover é engenheiro civil e especialista em Economia e Governança Corporativa, e atuou nas empresas Bank Hapoalim, Bank Leumi, Banco Finasa e Elveco Engenharia. Atualmente é sócio fundador da W Advisors Engenharia Financeira e coordenador do Capítulo Rio Grande do Sul do IBGC desde 2015.

O IBGC adota a renovação escalonada de conselheiros (staggered board), em que são eleitos para mandatos de três anos, com possibilidade de uma reeleição. Dessa maneira, a cada ano ocorre a renovação de um terço dos membros, processo que evita alterações massivas e súbitas na composição do órgão.

O Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), organização da sociedade civil, é a principal referência brasileira e uma das principais referências mundiais em governança corporativa. Há 23 anos, contribui para o desempenho sustentável das organizações por meio da geração e disseminação de conhecimento das melhores práticas em governança corporativa, influenciando e representando os mais diversos agentes, visando uma sociedade melhor.

O IBGC conta com mais de 1.700 associados entre conselheiros de administração, empresários, acadêmicos, executivos e empresas listadas e familiares, que participam, voluntariamente, na produção de publicações e pesquisas, que podem ser encontradas no Portal do Conhecimento. O IBGC é um think tank que promove treinamentos, fóruns, conferências, palestras e networking entre profissionais. O instituto conta, ainda, com o Programa de Certificação para Conselheiros de Administração e Conselheiros Fiscais. Com a certificação, esses conselheiros passam a integrar o Banco de Conselheiros Certificados, uma ferramenta muito útil para organizações que buscam executivos qualificados.

Com sede em São Paulo, o instituto atua regionalmente por meio de sete capítulos, localizados no Ceará, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Atualmente, hospeda as atividades da Global Reporting Initiative (GRI) no Brasil, integra a rede de Institutos de Gobierno Corporativo de Latino America (IGCLA) e o Global Network of Director Institutes (GNDI – http://www.gndi.org), grupo que congrega institutos relacionados à Governança e conselho de administração ao redor do mundo.

 

Foto: Henrique Luz, presidente do conselho de administração do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC).

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

LOG-IN LOGÍSTICA INTERMODAL TEM NOVO DIRETOR PRESIDENTE

A Log-In Logística Intermodal, empresa 100% brasileira, de soluções logísticas, movimentação portuária e navegação de …

Facebook
Twitter
LinkedIn