PÃES E MASSAS INCREMENTAM CULINÁRIA LIBANESA

Tão simples e tão saboroso. Um bom pão nunca perde o prestígio inerente aos milênios de existência em várias culturas. O Saj Restaurante, presente no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas, serve pães preparados na hora, com massas artesanais – receitas de família que carregam temperos e segredinhos. 

Na tradição libanesa, que é alma do Saj, os pães não podem faltar. E seguindo o costume de comer com as mãos, eles fazem as vezes das colheres para receber as mais diversas pastas e quibes, por exemplo. O pãozinho deixa de ser coadjuvante e se destaca na hora de deliciar um homus, babaganouch ou tahine.

Uma maravilhosa tentação aos amantes desse alimento é a produção do pão folha conhecido como pão Saj, feito bem na frente dos clientes. Na chapa de mesmo nome trazida do Líbano forma-se uma massa finíssima, delicada, com aspecto crocante, temperado com Zaatar e azeite – uma viagem ao mundo árabe! Alguns detalhes fazem a diferença na preparação, já que o pão Saj não cresce. “Ele é mantido úmido, com o auxílio de um pano molhado. Não pode deixar fermentar, por isso descansa pouco e o resultado é incrível”, explica a empresária Carla Skaf Abbud.

O pão árabe ou pão Pita, mundialmente conhecido e amado, tem a massa um pouco mais fofa, já que leva leite e manteiga. É um pão versátil, utilizado para acompanhamentos ou lanches. Diferentemente do anterior, ele descansa por aproximadamente 25 minutos para inchar e crescer, depois fica mais meia hora na refrigeração. Só então é assado.

Curiosamente, a massa deste pão também é usada para as esfihas e o beirute, que é um típico sanduíche e no cardápio do Saj vem em dois sabores: o de Rosbife (carne, queijo, tomate e zaatar) e o de Kafta (iguaria grelhada e suculenta com queijo, tomate e zaatar).

A única diferença no uso da massa para as esfihas é que não pode deixar crescer. Tanto nas opções abertas ou fechadas, integrais ou não, os recheios são diversos como os tradicionais carne e queijo, queijo de cabra, coalhada seca entre outros.

Os pães e as massas são uma identidade do Saj e os clientes assíduos não abrem mão dessas delícias. Para quem ainda não conhece, está feito o convite. “Receber como uma família libanesa, que acolhe seus visitantes cozinhando com muito amor e alegria é nossa intenção”, reforça Abbud.

 

Foto 1 – Pão Saj

Foto 2 – Saj Esfihas

Crédito: Equipe @senhoritagourmetoficial.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PILZ DO BRASIL PROMOVE WORKSHOP GRATUITO SOBRE SEGURANÇA EM ROBÔ COLABORATIVO EM SÃO PAULO

A multinacional alemã fabricante de produtos para as áreas de segurança e automação industrial, Pilz …

Facebook
Twitter
LinkedIn