PLATAFORMA CONECTA GRATUITAMENTE PRESTADORES DE SERVIÇOS A CLIENTES

O Brasil vive uma das maiores taxas de desemprego da sua história. Segundo o IBGE, no primeiro semestre de 2021, esse índice alcançou aproximadamente 14,7% da população. Além disso, segundo o instituto, quase 6 milhões de pessoas estão desalentadas, ou seja, querem trabalhar, mas deixaram de procurar uma vaga por acharem que não têm chances de encontrar. E no meio dessa adversidade, surgiu a ideia de um aplicativo que conecta prestadores de serviços a clientes, de forma gratuita, rápida e fácil: O Tô parado. “O propósito do nosso aplicativo é, através da conexão entre pessoas, criar uma corrente do bem, ajudando trabalhadores a terem acesso a novas fontes de trabalho e renda, gerando assim um impacto positivo na comunidade, trazendo também maior comodidade para quem precisa de um profissional” explica Diego Pajoni, fundador da empresa.

Porém, para Diego, essa história começou há 10 anos quando ele viveu de perto uma situação que mudou sua realidade. Enquanto estudava para prestar concursos públicos, viu sua mãe ficar acamada devido a um AVC e, assim, descobriu o universo de cuidadores, profissionais que dedicam a vida pelo bem-estar do outro.

Por conta dessa situação, ele teve que deixar os estudos de lado para ajudar sua família. Foi quando resolveu comprar um caminhão e passou a trabalhar por conta própria como entregador. Diego desempenhou essa função por aproximadamente dois anos quando teve a oportunidade de expandir a empresa adicionando mais veículos e motoristas, se familiarizando também com essa categoria.

A ideia da startup surgiu em 2020, quando o mundo enfrentava o início da pandemia da Covid-19. Com o início do fechamento total das atividades, muitos profissionais perderam seus trabalhos e, consequentemente, o sustento de suas famílias. Foi nesse momento que Diego começou a receber muitas ligações de profissionais parceiros que estavam parados buscando por alguma oportunidade de trabalho.

A plataforma tem cadastro gratuito para prestadores de serviços e clientes e poderão ser inseridas várias habilidades dentro de seu sistema, como por exemplo: pintores, faxineiros, eletricistas, pedreiros, professores, cuidadores e mais uma vasta gama de profissionais à procura de oportunidades. A busca por essas vagas será feita de maneira gratuita, permitindo que os prestadores de serviços e os contratantes definam o valor que será pago pela atividade realizada. Buscando garantir a qualidade do serviço, será possível fazer uma avaliação após o trabalho ser concluído.

Para facilitar a procura por ambos os lados, a plataforma terá um sistema de geolocalização permitindo que cliente e prestador encontrem um serviço próximo a sua localidade. A empresa irá iniciar as atividades na região metropolitana de Campinas, mas já tem planos de expansão e espera atender todo o Brasil em 2 anos. “O Tô parado é uma plataforma que conecta prestadores de serviços e clientes, de forma gratuita, rápida e fácil, funciona como intermediador entre essas pessoas. É uma oportunidade para o trabalhador, e um facilitador para o cliente”, finalizou o CEO, Diego Pajoni.

 

Foto: CEO do Tô Parado, Diego Pajoni.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

INSTITUTO LAFARGEHOLCIM REALIZA AÇÃO JUNTO A COLABORADORES E DOA MILHARES DE BRINQUEDOS

O mês de outubro foi marcado pela solidariedade nas cidades onde a LafargeHolcim tem fábricas …

Facebook
Twitter
LinkedIn