FI GROUP COMPLETA 10 ANOS NO BRASIL E PREVÊ FATURAMENTO DE R$ 50 MILHÕES EM 2021

O FI Group, consultoria multinacional especializada na gestão de incentivos fiscais e financiamento à Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), acaba de completar 10 anos de atuação no Brasil. Com 9 escritórios e mais de 200 funcionários no país, a companhia faz parte de um grupo com mais de 1.400 colaboradores e 40 escritórios distribuídos em 14 países. Ao longo de sua primeira década no Brasil, o FI Group foi responsável por mais de 3 mil pleitos e candidaturas,  apresentando mais de 6 mil projetos de P&D. Além disso, a consultoria já ultrapassou R$ 3 bilhões em incentivos fiscais concedidos para seus clientes, sendo eles a Lei do Bem, Lei de Informática, Ex-Tarifário e Rota 2030, entre outros. Para 2021, o FI Group Brasil estima um faturamento de R$ 50 milhões.

De acordo com Diretor de Negócios do FI Group, Rafael Costa, a trajetória da empresa no Brasil é muito significativa. “Em nosso primeiro ano, tivemos uma receita de meio milhão de reais. Atualmente, o país já é o terceiro maior mercado do Grupo, atrás apenas de Espanha e França. Nosso principal objetivo para os próximos anos é, no mínimo, duplicar o faturamento do FI Group e atingir similar representação no Grupo que as unidades da França e Espanha”, afirma.

A fim de alcançar essa meta, a consultoria traçou objetivos de negócios consistentes, como possibilitar a consolidação e extensão do modelo digital a todos os seus serviços, promover adequações legislativas para maior adesão de empresas aos incentivos à inovação, fomentar a colaboração entre grandes corporações com startups via FIP´s (Fundos de Investimento em Participações), distribuir maiores informações sobre os mecanismos de investimento em tecnologia e inovação a todas as regiões do Brasil e atuar como uma aceleradora de startups, por meio do programa mundial FI Boost, o qual recém foi lançado no fim de outubro no Brasil.

Rafael Costa garante que a empresa deverá continuar investindo em conhecimento, novas tecnologias digitais e formação interna, de modo a manter os valores e metodologias intactas, independentemente do tamanho que a companhia possa atingir. “Nosso foco sempre é o cliente e agregar valor é o nosso principal objetivo, por meio de qualidade, empatia, honestidade, tecnologia e segurança. Somos a maior empresa especializada do mercado e o conseguimos por meio destes valores, por isso, continuaremos investindo em projetos que garantam a manutenção dos mesmos”, afirma o executivo.

Além disso, o executivo aponta a preocupação da companhia em acompanhar a evolução proposta pela transformação digital em todo o mundo. No Brasil, o FI Group conta com a Solução Digital Lei do Bem, seu primeiro aplicativo voltado para o monitoramento da Lei do Bem e já planeja o desenvolvimento de outras ferramentas. “Sem dúvidas a transformação digital tem sido fator diferencial no mercado e, a partir de agora, será uma marca na maneira como se faz consultoria”, reconhece Costa.

Conquistas e desafios enfrentados pelo FI Group

Anteriormente chamada F. Iniciativas, a companhia era situada na Espanha, França e Portugal, e sua vinda ao Brasil começou a ser planejada em 2010, quando o Grupo desenvolveu o projeto de expansão e enxergou o Brasil como um país emergente com um mercado potencial imenso, com bons incentivos como a Lei do Bem, e disponibilidade de fundos, como o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FNDCT, para financiar linhas de PD&I e competitividade.

Costa destaca que a grande chave para o sucesso de uma nação é sempre focar no estímulo à inovação como pilar fundamental para o desenvolvimento do país. “A inovação no ecossistema empresarial é fundamental para tornar-se competitivo. Para o Brasil, que está entre as 12 maiores economias do mundo, porém ainda atrasado em parâmetros fundamentais de inovação, o fomento tanto público quanto privado da inovação torna-se um pilar essencial para a subsistência num mercado global muito agressivo em termos de competência”, explica.

No Brasil, o FI Group foi responsável por milhares de projetos que ultrapassaram bilhões em incentivos fiscais concedidos. O executivo salienta que a grande chave para o sucesso do FI Group reside fundamentalmente no método e, sobre todo, nas pessoas. “Somos uma empresa de serviços com foco total no nosso cliente. Acreditamos nos novos talentos, procurando um mix entre a experiência ofertada pelos managers da companhia acompanhada da energia e conhecimentos que as novas gerações trazem consigo. Desenvolvemos programas de formação interna, junto com parcerias externas (programa de desenvolvimento de Líderes, cursos bonificados para colaboradores ou plataforma para aprendizado e prática de línguas, entre outros), para complementar, atualizar e desenvolver o conhecimento e boas práticas de nossos colaboradores, de modo a ofertar a maior qualidade no atendimento de nossos serviços”.

Da mesma maneira, Costa ressalta sobre a longevidade das parcerias e dos colaboradores com o FI Group, uma vez que valorizar pessoas está no DNA da empresa. “Buscamos sempre oferecer o melhor atendimento ao cliente, e a relevância devida ao crescimento de base, ao reconhecimento e a meritocracia. Por isso, fazemos questão de proporcionar um ótimo ambiente de portas abertas em todos os níveis”. Pensando nisso, a sede da companhia em São Paulo, localizada na Av. Paulista, passou por reformas recentemente para receber funcionários e clientes, a fim de promover um ambiente ainda mais aconchegante, atrativo e inovador.

O executivo esclarece que o crescimento da empresa no mercado brasileiro enfrentou alguns desafios, especialmente por conta contexto tributário e a pouca estabilidade legislativa e monetária no país. Além disso, até hoje, ainda existem muitas reformas acima da mesa de alto impacto para o setor de atuação da consultoria, gerando desafios constantes. “A falta de políticas que independam dos partidos que governem é uma dificuldade que ainda sofremos. Nosso principal desafio é entender para onde devemos caminhar, sendo uma empresa que presta consultoria sobre incentivos à inovação e tecnologia”, esclarece.

Por outro lado, o executivo salienta três momentos importantes que o FI Group vivenciou ao longo dos 10 últimos anos. O primeiro deles foi a descentralização da gestão de São Paulo, começando a expansão em duas unidades adicionais: Curitiba e Rio de Janeiro. “Essa foi uma clara declaração de que vínhamos para ficar e para crescer, e que tentaríamos que nos aproximar fisicamente o máximo possível de nossos clientes”, conta. Outra conquista foi no quarto ano de empresa no Brasil, em que se tornou a terceira maior do Grupo por faturamento. O terceiro episódio destacado por Costa foi no momento da chegada, quando a empresa decidiu desatender um posicionamento antigo dado pela RFB relacionado a aceitar como projetos de PD&I, para efeitos da Lei do Bem, aqueles que não fossem vinculados a produto ou processo fabril. “Felizmente, o tempo terminou por nos dar a razão, e hoje já é prática habitual que as empresas de serviços utilizem este incentivo”, finaliza.

FI Group é referência no setor de financiamento de PD&I. Com um know-how de mais de 20 anos, o grupo é especialista na obtenção de financiamentos, subvenções econômicas e incentivos fiscais para projetos de PD&I. A consultoria assessora as empresas na gestão de incentivos fiscais (tais como Lei do Bem, Ex-Tarifário, Lei de Informática ou Rota 2030, entre outros) e no financiamento da PD&I, por meio da concepção e da implementação de ações que visam maximizar o desenvolvimento tecnológico e econômico de seus clientes. Globalmente, o FI Group trabalha com mais de 18.000 empresas, e valida anualmente mais de 20 mil projetos.

 

Foto: Diretor de Negócios do FI Group, Rafael Costa.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

QUEBRA-CABEÇAS PARA EMPRESAS, UM NEGÓCIO QUE DEU CERTO

Para atender empresas que buscam por brindes ou para dinâmicas com colaboradores, os quebra-cabeças no …

Facebook
Twitter
LinkedIn