A IMPORTÂNCIA DOS BRINQUEDOS NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL E NO PROCESSO DE INCLUSÃO

Muito além de diversão, os brinquedos são parte importante do desenvolvimento infantil e, ainda, têm um importante papel de representatividade e inclusão. A visibilidade para as pessoas com deficiência, por exemplo, requer não só políticas públicas, mas ações por parte de todos os agentes da sociedade. No universo lúdico, uma iniciativa não apenas diverte, mas faz com que as crianças com deficiência se enxerguem em graciosos bonequinhos feitos de papelão. A “Eu Amo Papelão” criou personagens que representam crianças cadeirantes, com deficiência auditiva e agenesia de membro – desenvolvimento incompleto de parte do corpo. Foi essa última condição, inclusive, que deu origem à linha de brinquedos inclusivos.

Roberta, filha de Simone Menda, à época proprietária da “Eu Amo Papelão”, pediu uma boneca que se parecesse com ela. A menina nasceu com alguns dedos das mãos diferentes devido a uma brida amniótica. A mãe, então, contatou diversas empresas de brinquedos, mas não encontrou nenhuma que tivesse ou fizesse o brinquedo com esse perfil. Foi então que viu a necessidade de um projeto em que todas as crianças se enxergassem e se sentissem protagonistas de suas brincadeiras, contando suas próprias histórias. “Não se trata de personagens, mas de crianças reais. E mais do que a questão da inclusão, esses brinquedos reforçam, a todas as crianças, o respeito, a valorização à diversidade humana e o convívio entre todos. Transmitindo essas mensagens desde cedo, criamos crianças mais conscientes, capazes de agir com mais empatia e altruísmo para, assim, construirmos a sociedade que tanto desejamos”, diz Eduardo Mazurkyewistz, diretor do Grupo Mazurky, detentor da marca “Eu Amo Papelão.

Os bonequinhos de papelão, que podem ser inseridos em cenários do mesmo material, como escola ou praça, podem ser montados e desmontados a qualquer hora, além de serem personalizados pela criança, por meio de pintura. Além das figuras que representam as crianças com deficiência, a linha traz, ainda, personagens com outras características físicas específicas, como com óculos, com cabelos crespo ou raspado, acima do peso, e orientais. “A Eu Amo Papelão entrega uma experiência única para crianças e para adultos, promovendo momentos de descoberta, interação e conexão, brincadeiras únicas que respeitam e estimulam o desenvolvimento da personalidade de cada criança”, conclui.

Com o objetivo de proporcionar às crianças uma experiência única e incrivelmente divertida, os brinquedos da “Eu Amo Papelão” podem ser montados e desmontados várias vezes, sendo facilmente transportáveis para qualquer lugar. Além disso, eles vêm com uma variedade de kits de pintura, que incluem tintas guache, giz de cera, rolos e pincéis, estimulando a imaginação e a criatividade das crianças e permitindo que elas personalizem seus brinquedos de forma única. A marca traz a proposta de brinquedos nos quais adultos e crianças possam brincar juntos, proporcionando momentos felizes em família, por meio do papelão, com, ainda, mais um propósito que é  o da sustentabilidade.

Há mais de uma década no mercado, a Mazurky é uma empresa especializada em soluções em papelão ondulado, como caixas de papelão, displays, PDVs (pontos de venda) e projetos especiais. Localizada em Mauá, ao lado do Rodoanel, na região do ABC Paulista, a organização investe em tecnologia de ponta, com equipamentos de última geração e alta capacidade para a produção de embalagens em todos os tamanhos e formatos, podendo ser produzidas desde o Kraft pesado ao papelão reciclado.

 

Foto: Eduardo Mazurkyewistz, diretor do Grupo Mazurky, detentor da marca “Eu Amo Papelão.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

AWARE INVESTMENTS INICIA PLANO DE EXPANSÃO REGIONAL E PREVÊ CHEGAR A R$ 20 BI SOB GESTÃO

O ano de 2024 tem tudo para ser bastante promissor para a Aware Investments. O …

Facebook
Twitter
LinkedIn