VIRACOPOS ENTREGA DUAS NOVAS AMBULÂNCIAS COM EQUIPAMENTOS DE SUPORTE AVANÇADO

Com 3.369 atendimentos médicos realizados somente em 2023, o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), entregou nesta quinta-feira (25/01) duas novas ambulâncias classificadas como suporte avançado tipo D, também conhecidas como UTI Móvel, equipadas com incubadora neonatal, desfibriladores e respiradores.

Esses equipamentos serão utilizados em atendimentos médicos de urgência e emergências aeroportuárias, tanto para passageiros quanto funcionários e demais pessoas da comunidade aeroportuária, sendo um recurso de fundamental importância para o Sistema de Resposta à Emergência Aeroportuária, previsto para Aeródromos Classe IV, conforme preconizado no Regulamento Brasileiro da Aviação Civil (RBAC) 153 da ANAC.

O aeroporto encerrou o ano de 2023 com 12,5 milhões de passageiros, apresentando uma circulação diária entre 35 mil e 40 mil pessoas, maior que a movimentação de muitas cidades da região. Além disso, cerca de 7.000 pessoas trabalham direta ou indiretamente no complexo aeroportuário. Pelo menos metade dos 3.369 atendimentos médicos realizados em 2023 no aeroporto precisou do apoio da ambulância.

A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, administradora do aeroporto, investiu R$ 863,9 mil na compra das ambulâncias e dos equipamentos, que incluem também dois Cardioversores com funções como Eletrocardiograma (ECG), Desfibrilador, Pressão Não Invasiva (PANI), impressoras, Oximetria (SpO2), entre outros.  “A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos segue investindo em melhorias para tornar cada vez mais segura a viagem dos passageiros e o trabalho de toda a comunidade aeroportuária. Com isso, o aeroporto se prepara para o aumento de passageiros previsto para os próximos anos. Neste ano, teremos um grande movimento de pessoas no terminal e precisamos estar sempre prontos para as adversidades”, disse o diretor de Operações e Infraestrutura de Viracopos, Marco Beme.

Outros equipamentos

As duas novas ambulâncias estão equipadas com uma Incubadora Neonatal, dois Desfibriladores Externos Automáticos (DEA), duas Bombas de Infusão, um respirador, um Medidor de Pressão e Oxímetro, além de equipamentos médicos como maletas e mochilas.

As ambulâncias, classificadas como suporte avançado tipo D, também possuem Sinalizador Óptico e Acústico, Equipamento de radiocomunicação Fixo e Móvel, Maca com Rodas e Articulada, Suportes de Soro, Cadeira de Rodas Dobrável, Instalação de rede portátil de oxigênio (permitindo ventilação mecânica por no mínimo duas horas), Maleta de Vias Aéreas contendo máscaras laríngeas e cânulas endotraqueais de vários tamanhos, Sondas de Aspiração, Adaptadores para Cânulas, Cateteres Nasais, Seringas de 20ml, Reanimador manual adulto/infantil com reservatório, Sondas para Aspiração Traqueal de vários tamanhos, luvas de procedimentos, entre outros diversos equipamentos.

 

Foto 1 – Duas novas ambulâncias.

Foto 2 – Interior da ambulância.

Crédito: Isabella de Assis/Viracopos.

 

 

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

AWARE INVESTMENTS INICIA PLANO DE EXPANSÃO REGIONAL E PREVÊ CHEGAR A R$ 20 BI SOB GESTÃO

O ano de 2024 tem tudo para ser bastante promissor para a Aware Investments. O …

Facebook
Twitter
LinkedIn