ACREFI E GPTW RETOMAM PARCERIA INSTITUCIONAL PARA O RANKING ‘MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR 2024 – INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS’

A Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) e o Great Place To Work (GPTW) anunciaram, nesta semana, a retomada da parceria institucional no Ranking ‘Melhores Empresas para Trabalhar 2024 – Instituições Financeiras’. O ranking, que está em sua sexta edição, reconhece boas práticas do setor na gestão de pessoas, utilizando metodologia de análise em etapas, quantitativa e qualitativa, para compreender as ações culturais que moldam o ambiente de trabalho.

A premiação exalta ainda iniciativas que contribuem para um sistema financeiro saudável, ético, eficiente e que promova melhor experiência para toda a sociedade — condições essenciais para impulsionar o desenvolvimento econômico do País. “O prêmio visa promover o crescimento do setor financeiro, tendo como objetivo incentivar melhores práticas dentro das empresas”, destaca Hilgo Gonçalves, embaixador do GPTW no Brasil. “É importante incluir cada vez mais o associado da Acrefi em boas práticas. O acordo que estamos assinando tem como objetivo fomentar inclusão com olhar para o ser humano – é colocar pessoas no centro das decisões e, assim,  incentivar um ambiente organizacional mais favorável ao colaborador”, declarou Tadeu Silva, presidente da Acrefi.

O ranking avalia categorias bancos, serviços financeiros, cooperativas de crédito, financeiras e seguradoras. Os critérios foram desenvolvidos pelo GPTW, que é autoridade global em pesquisa de clima organizacional, desde 1997, e responsável pela metodologia que classifica as 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, lista publicada anualmente na imprensa nacional. “Temos a oportunidade agora de fazer uma nova versão dentro da parceria. É uma honra para o GPTW contar com essa ação junto da Acrefi”, disse Tatiane Tiemi, CEO do GPTW.

 

Foto: Tatiane Tiemi, CEO do GPTW e Tadeu Silva, presidente da Acrefi.

Crédito: Divulgação.

Compartilhe:
Facebook
Twitter
LinkedIn

Veja também

PARKINSON – O QUE É PRECISO SABER

ARTIGO DA MÉDICA LAURA MORIYAMA  A doença de Parkinson foi descrita em 1817 por James …

Facebook
Twitter
LinkedIn